Não temais a dor libertadora!
Mestre Jesus

Filhos amados de Minh ‘alma!

As dores não são castigos divinos!

O Pai Misericordioso não pune seus filhos!

Suas Leis Magnânimas são universais e todas as criaturas, inevitavelmente, alcançarão a harmonia com o Criador.

A dicotomia entre vossas ações, contrárias às leis criadoras e mantenedoras da vida, é que provocam em vós o sofrimento.

Quando libertardes vossas consciências dos atavismos que vos conduzem às quedas, quando a rebeldia não mais comandar vossas ações e vossa alma afinizar-se com a Harmonia Universal do Amor, o sofrimento não mais existirá. Tereis alcançado, então, as Dimensões de Luz e Paz!

Avolumam-se os rancores e os ódios que reverberam em guerras e violência. Estancai o mal em vós, iluminai vosso íntimo onde a escuridão teima em sombrear-vos.

Vinde a Mim e Eu vos aliviarei do peso que vos oprime!

Eu sou o amor e vos conduzirei à regeneração!

Não temais a dor libertadora!

Minha paz vos deixo!

Meu amor vos sustenta!

Minha presença ilumina vosso caminho!

Eu sou Jesus!

********

GESH

S. Jose'

Total de visualizações de página

IMPULSO UNIVERSAL

IMPULSO UNIVERSAL
Amigos de caminhada,
Estou seguindo para o Brasil no dia 21 de setembro. Ficarei la' ate' 19 de dezembro. Estarei aprofundando o meu trabalho espiritual.
Postarei no nosso Blog, sempre que for possivel.
Sugiro reverem muitas das mensagens aqui publicadas, pois são preciosas para os tempos que vivemos hoje.
Fiquem todos com a Misericordia de Deus Pai.
Amorosamente,
Cassia

quinta-feira, 22 de junho de 2017

Essa luz simplesmente está aí; você não precisa criá-la; ela é sua… ela é a luz que você suprimiu.

SOBRE ESTES TEMPOS DE CAOS
Mensagem de Maria Madalena
através de Pamela Kribbe

Queridos amigos,

Eu sou Maria Madalena e estou aqui entre vocês. Gostaria de tocar cada um e beijar, suavemente, seu rosto. Vocês são muito queridos para mim. Eu os amo.

Vejo sua coragem e força e sei que é bem difícil estar aqui na Terra, nesta vibração, onde o medo e a violência ainda dão o tom. Neste momento, há muita informação disponível na mídia que exige sua atenção. Tudo de velho e sombrio, que foi reprimido e mantido em segredo, está vindo à tona. A tecnologia moderna tem contribuído para isso, porque ajuda a tornar as coisas mais transparentes na sua sociedade. Estão sendo divulgadas muito mais informações do que nunca antes, e várias práticas e questões sombrias estão sendo expostas, dando a impressão de que há uma intensificação do mal, da escuridão.

No entanto, o que de fato está acontecendo é que agora as coisas estão vindo à superfície, tornando-se mais visíveis porque há um imenso processo de transformação em ação na Terra. O que está sendo exposto à luz são antigas camadas de abuso de poder, de tirania, medo e desespero. E isto é uma coisa boa, porque, com um passo em direção a uma transparência maior, é possível agir de forma diferente. A conscientização vem antes da mudança. É assim que sempre foi.

Esta é a fase de conscientização pela qual a humanidade e a Terra estão passando agora, no nível global. Os processos que estão ocorrendo em cada um de vocês, individualmente – o aparecimento de velhas camadas de medo, raiva e dor – também estão acontecendo coletivamente, em grande escala. A notícia boa é que o mundo está pronto para isto. É necessário espaço para permitir que coisas antigas e ocultas venham à tona; e é este o caso, agora.

A consciência já mudou; ela está mais aberta para a verdade e a honestidade. Peço a cada um de vocês que sinta isto no fundo do seu ser. Sinta um fluxo de consciência que está focalizado na abertura e transparência, na busca da verdade e na denúncia da injustiça e deslealdade. Este fluxo de consciência existe no mundo, então conecte-se com ele.

Este é o fluxo de consciência no qual sua alma quer se mover, porque ela deseja contribuir com a revelação de mais verdade. Há um impulso poderoso na sua alma para sustentar a transformação da consciência, mas há também confusão na sua mente, porque sustentar a transformação da consciência significa muitas coisas. A primeira é que é preciso afastar-se da antiga e ser completamente honesto a respeito dos seus próprios sentimentos e motivos. Em outras palavras, é preciso que você seja transparente consigo mesmo, pois somente assim poderá ser um exemplo para os outros.

Você se encontra no caminho pessoal da sua alma para se transformar em trabalhador da luz ou trabalhador da consciência. Está se tornando um professor, na medida em que se afasta da consciência antiga, à qual ainda está vinculado. Ao mesmo tempo, este é um passo que ainda pode lhe incutir medo e sensação de solidão, pelo menos temporariamente. Reconheça seu desejo de conhecer a verdade, seu desejo de ajudar a mudar este mundo, seu anseio por uma nova Terra em harmonia com a natureza, seu desejo de um mundo repleto de pessoas que possam rir e crescer novamente, sendo autênticas, livres de medos e da tirania do passado.

Seu anseio por tudo isto é muito intenso; é o seu sonho, seu ideal. Sinta como isto o torna diferente, o fato de saber que você já tem um “pé” (o da sua alma) fora da ordem estabelecida. Por um momento, identifique-se completamente com este aspecto seu – o revolucionário; aquele que enxerga tudo o que é sombrio e oculto e deseja levá-lo para a luz da consciência; aquele que deseja ajudar o novo a nascer. Isto é você! E enquanto assume este aspecto cada vez mais, você passa por um processo interno profundo, que aos poucos vai libertando-o dos medos e das velhas compulsões. Tenha respeito por sua própria coragem e determinação!

Muitos estão confusos sobre a situação atual do mundo. O mundo está num caos, e a vida emocional da maior parte das pessoas da Terra está caótica. Todos estão buscando, e devido ao grande número de mudanças e à quantidade imensa de informação disponível, as pessoas agora percebem muito mais quais são suas possibilidades, como elas podem se desenvolver, como estão sofrendo e o que lhes causa dor. Tudo é muito mais consciente.

Antes que possa haver harmonia e paz internas, a inquietação e a dor se tornam maiores. E este é o resultado de tornar-se consciente – você não consegue mais esconder essas coisas. Você vê essa dor e sente, em seu coração, a necessidade de aliviá-la nos outros. Ao mesmo tempo, como você também tem suas próprias dores, fica confuso sobre quem você é, qual é o seu lugar ou qual é o seu caminho.

Agora, imagine que você vê a Terra e as pessoas que nela habitam como um grande globo. Você se encontra fora dele e observa-o de cima, enxergando-o como uma esfera gigantesca com muitas energias. Há muita busca na Terra, e também, muita dor. Simplesmente observe as cores dessa esfera. Veja como elas fluem e se movimentam; não apenas as nuances do caos, mas também o impulso para inovação. Observe e sinta o que esse globo está fazendo, mas saiba que você pode manter-se do lado de fora dele, desvinculado dele, observando-o de forma imparcial.

Agora, dê um passo para trás e mude o foco da sua consciência, afastando-a do globo e trazendo-a para si mesmo. Você observou cuidadosamente a Terra e a energia da humanidade. Agora, concentre sua atenção totalmente em você e veja-se como uma forma de energia; não mais como um ser humano, mas como uma aparência energética.

Observe seu coração. Sinta o quanto a dor e o sofrimento da humanidade o têm tocado. Sinta sua compaixão, seu desejo de luz. Talvez você consiga perceber isto mais clara e especificamente em relação às pessoas que fazem parte do seu cotidiano, aos seus entes queridos, porque lhes deseja tanta luz, amor e cura. Observe o que estas coisas provocam em seu coração. Elas oprimem seu coração? Quando sente a dor de outra pessoa, você está conectado a ela, através de um cordão de energia que contém energias escuras, e por isto sofre junto com ela. Você não se faz maior, você não se eleva acima dessas energias, mas se arrasta para dentro da pele da outra pessoa e sofre junto com ela. No entanto, ao mesmo tempo, sente-se impotente para mudar qualquer coisa.

Observe as energias que você carrega do mundo externo, que não são suas, mas que fazem seu coração pesar. Permita que esse fluxo de energia tome a forma de uma cor escura, ou uma sensação de peso, e veja como ela se apresenta ou em que ponto da sua aura ou corpo ela se manifesta.

Em seguida, dê outro passo para trás. Deixe de lado esse cordão energético, essa cadeia de compaixão, que o está oprimindo e fazendo com que doe demais. Dê um passo para trás e corte esse cordão, libertando-se dele. Se achar difícil fazer isto, imagine que eu estou com você e o convido a fazê-lo. Segure minha mão e veja em meus olhos que é bom que você se desapegue disso. Agora é o seu momento! Deixe as energias escuras, cinzentas, fluírem para longe de você e, então, envolva-se com luz. Essa luz simplesmente está aí; você não precisa criá-la; ela é sua… ela é a luz que você suprimiu. Permita-se ser completamente envolvido por essa luz, seja qual for a cor que ela assuma.

Agora você está mais longe ainda da Terra e das outras pessoas. Está bebendo da energia da sua alma, a sua parte que observa e supervisiona, aquela que torna as coisas transparentes. Permita-se ser completamente nutrido por essa energia, da cabeça aos pés, e sinta como sua aura se parece com um ovo inteiro, uma forma oval cuja superfície é impermeável.

Recarregue-se e sinta como você está perfeitamente autorizado a nutrir-se desta forma. Volte ao seu lar interior e desapegue-se de tudo o mais. Você é capaz de respirar e sentir sua inspiração original novamente. Você nasceu para experimentar a alegria. Sinta essa alegria original outra vez, livre de todo o peso. Ofereça isto para si mesmo!

Você está confuso, e algumas vezes fica tão envolvido com o sofrimento na Terra, que se esquece de quem você é. Você é um representante da nova energia na Terra, especialmente quando está completamente à vontade dentro de si mesmo, quando se sente em casa dentro de suas próprias fronteiras. Assim você consegue lidar com seus limites; você irradia o novo em sua forma ideal, e não há nada a mudar.

Sendo totalmente você mesmo, você irradia uma nova consciência que não tem como não tocar outras pessoas. Aqueles que estão prontos são tocados por você, sem que você tenha que ultrapassar seus próprios limites, sem que tenha que se esgotar, se esforçar ao máximo ou batalhar com a dor e o sofrimento dos outros. Não há mais necessidade de nada disso na nova energia.

Agora imagine que esse ovo energético, dentro do qual você se sente seguro e leve, flutua lentamente de volta à Terra. À medida que a Terra fica mais próxima, você se sente leve e transparente, e sabe que as vibrações da Terra e o medo que vivem lá não podem afetá-lo. Veja esses medos como vibrações cinzentas que flutuam naturalmente ao redor do seu ovo, porque não podem entrar nele. Você se apega à sua própria energia – sua plenitude concentrada – e sente-se sustentado por mim, pela sua própria alma, por tudo que é bom, leve e alegre. Você tem permissão para estar aqui, desde o mais profundo do seu ser - que é leve, alegre, amplo, belo e livre.

Imagine que agora você pousa na Terra. Você está num corpo terreno, com seus dois pés firmemente apoiados no solo. Imagine-se num lugar na natureza, com seus pés descalços sobre a grama, ou numa praia, ou em qualquer outro lugar de sua escolha. E traz tudo consigo: sua alma, sua força interior, sua resiliência, sua intuição…. Sintonize-se com este planeta, a Terra. Sinta como ela o vê quando você se coloca em pé por suas próprias forças. Consegue perceber o entusiasmo dela? Ela irá sustentá-lo, dar-lhe raízes e capacitá-lo.

Agora imagine que você está caminhando pelo centro de uma cidade, onde há muita confusão. Esse lugar não é apenas fisicamente movimentado. Há pessoas, carros, barulho, mas há também uma energia mais inquieta, mais caótica. Todos esses sentimentos, emoções e humores das pessoas giram ao seu redor, e há pouco do mundo natural que possa proporcionar calma e equilíbrio. No entanto você está lá, dentro do seu ovo feito de energia luminosa – a sua própria energia.

Imagine o seguinte: você está no meio de uma rua, ou de uma calçada. Tome um tempo para realmente se colocar nesse lugar. No meio de todo esse concreto da cidade, você está consciente da Mãe Terra, pois ela também está lá. Como resultado da presença dela, você toma consciência do coração de todas as pessoas que estão caminhando por ali. No meio de todas as emoções superficiais – da confusão, da pressa, da impaciência – há um coração que vive em cada ser humano. Permaneça desvinculado de todas essas energias confusas que se movem ao seu redor, e concentre-se nesses corações.

Você se sente muito firme porque existe um espaço invisível ao seu redor. Mesmo quando as pessoas caminham perto de você, esse espaço continua aí. Sinta-se firmemente aterrado. Você está conectado com todas essas pessoas, no entanto isto não precisa preocupá-lo. Sinta a promessa que existe no coração de cada uma delas. Sinta que, no coração de cada ser humano, há o desejo e a busca da verdade, da luz, embora algumas vezes essa verdade só possa ser encontrada através de caminhos sinuosos. Entretanto, isto faz parte do percurso do ser humano.

Sinta o enorme poder e resistência das pessoas, e veja como existe uma lógica no estilo particular de cada uma… uma direção, um propósito. Confie em seus corações. Não lhes negue as reviravoltas de suas estradas; não tente endireitá-las; este não é o seu trabalho. Sua função é puramente tocar seus corações através da sua própria presença e consciência; e você já está fazendo isto ao estar presente.

Imagine que você se encontra no meio dessa rua e sente, em seu coração, uma suave intenção de atingir os corações de todas aquelas pessoas com uma carícia, um toque delicado, e apenas isto. Com este gesto, você apenas diz “Eu vejo você”, e permanece tranquilamente em sua própria energia, em seu próprio campo, mantendo conexão com seu abdome, suas pernas e pés, e sentindo-se livre.

Este é o seu “trabalho”: ser diferente, mas ainda estar no meio do mundo; para ajudar, mas não para se perder no sofrimento e dor dos outros; para doar do seu coração. Por um lado, você se afasta da sociedade, mas por outro, você se conecta com ela a partir do coração. E ao fazer isto, cumpre o propósito da sua alma, e este é o seu desejo mais precioso. Deste modo, você contribui para um mundo diferente e melhor, mas também se liberta do antigo; liberta-se daquilo que o vinha mantendo preso ao medo.

Onde quer que você se encontre nesta jornada, peço-lhe que respeite a si mesmo, e se recolha nas profundezas do seu ser, regularmente, desligando-se do que o prende a tudo o mais, para vivenciar a beleza e o poder da sua alma. A partir daí, você pode voltar a caminhar pelo mundo, sabendo que não há tantas coisas que você precise fazer. Trata-se, realmente, de estar totalmente em casa - dentro de si mesmo - de respeitar a energia da sua própria alma e, a partir daí, seguir suavemente o fluxo da vida.

Eu saúdo todos vocês com o maior respeito. Sintam a admiração que tenho por todos aqui presentes. Vocês são os professores deste novo tempo. Muito obrigada!

Maria Madalena

***********************

www.jeshua.net
http://www.jeshua.net/home/home7.htm
Tradução de Vera Corrêa
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...