INVOCATION TO THE ORIGINAL PLAN OF GOD

INVOCATION TO THE ORIGINAL PLAN OF GOD

https://youtu.be/3R-ihO7weVk

Total de visualizações de página

IMPULSO UNIVERSAL

IMPULSO UNIVERSAL

sábado, 29 de abril de 2017

Não há nada fora do UM, é apenas o sistema de crenças falsas da mente humana que interpreta algumas coisas como espirituais e outras como não espirituais.

A NECESSIDADE DO PERDÃO NESSE ESTÁGIO DA LIMPEZA DA MEMÓRIA CELULAR
O Grupo Arcturiano
Marilyn Rafaelle

          "Questões dolorosas e não resolvidas entre duas pessoas (geralmente dominador/vítima)                            permanecerão na memória celular e serão levadas a cada vida, continuando a se
                 manifestar entre as mesmas pessoas em diferentes papéis. Esse tipo de conexão                                             entre as pessoas resulta na formação de cordões de energia.

Queridos, nós os saudamos com amor e com grande respeito, enquanto testemunhamos as lutas que ocorrem dentro e fora para tantos. Níveis de energia de Luz cada vez mais intensos, estão fluindo para a Terra com o propósito de ajudar Gaia e todos os que escolhem, a fim de avançar em sua jornada de ascensão.

Nunca duvidem de que vocês estão encarnados agora porque escolheram isso. Vocês reconheceram o valor de estar na terra durante estes tempos de tremenda oportunidade para completar qualquer negócio remanescente e inacabado com os outros, para limpar a memória celular antiga, experimentar Gaia e também a sua própria ascensão, e ao mesmo tempo estar a serviço dos outros.

Muitos despertos sentem confusão e se questionam por que, a julgar pelas aparências, o mundo não parece estar perto do que era esperado. Sejam pacientes, queridos, e não se deixem levar pelo desânimo, pois vocês estão no meio da intensa purificação interna e externa, neste momento. Ainda há muito por vir, enquanto esse processo se desenrola.

Liberem quaisquer conceitos de como a sua vida ou o mundo devem ser, pois a mente humana só é capaz de trazer soluções e ideias já presentes na consciência coletiva. O "novo mundo" não será simplesmente uma versão polida do "velho mundo", mas será novo porque será formado pelas energias mais elevadas da Luz e pelo amor incondicional.

À medida que mais e mais indivíduos mantêm e refletem a verdade e a confiança, reconhecendo a realidade das coisas visíveis e invisíveis, o mundo formado de inverdade e consciência de baixa densidade deve começar a se dissolver. As criações de densidade mais baixa não têm lei para sustentá-las ou mantê-las no lugar, porque elas são feitas de crenças de dualidade e separação.

Queremos falar de perdão, porque a maioria de vocês está limpando tanto a memória celular antiga quanto a nova, processo que faz com que todas as energias de ressonância mais baixas ressurjam. Questões e emoções que vocês pensaram que tinham resolvido há muito tempo podem se apresentar mais uma vez. Isso ocorre porque a limpeza de experiências intensas ocorre em camadas, conforme vocês se tornam espiritualmente capazes e prontos, e isso é determinado pelo seu Eu Superior.

Muitos de vocês, agora, estão espiritualmente prontos para limpar toda a velha energia restante, mesmo aquelas coisas que vocês enterraram profundamente, esperando nunca mais sentir ou pensar. Se vocês se encontram experimentando emoções desconhecidas ou desagradáveis, sintomas físicos ou sonhos loucos, entendam que é muito provável que sejam energias antigas fluindo de dentro para fora.

O verdadeiro perdão não é possível para os seres humanos que vivem totalmente na consciência da terceira dimensão. Quando alguém foi ferido, punido injustamente, ou sofreu com as ações de outros, os pensamentos de vingança que se elevam, dentro de um senso de separação, são reações normais. As energias necessárias para o verdadeiro perdão simplesmente não existem,  nesse caso.

No entanto, à medida que os indivíduos se movem gradualmente para além das falsas crenças da dualidade e da separação (evolução) e para uma realização consciente da Unidade, a porta para o perdão começa a abrir, permitindo que as energias já presentes de amor incondicional e perdão circulem.

O perdão, no seu sentido mais verdadeiro, é o reconhecimento da impossibilidade de qualquer coisa ou alguém existir fora do UM. Enquanto existir uma crença de que alguém ou o ser precisa de perdão, existe a crença na dualidade e na separação. Em algum momento, cada alma em evolução deve ir além dos conceitos de perdão e adentrar a verdade.

O Amor é a única resposta porque o Amor é tudo o que existe. Não importa se um indivíduo acredita que isso é irrelevante e não pode mudar a realidade do que É. Nós não falamos da “lenga-lenga” absurda emocional que tantos consideram ser amor. Falamos de uma consciência que entende que ninguém pode tocar a realidade de quem você é, a menos que você acredite que pode, pois há apenas UM.

As experiências externas continuarão a refletir a consciência pessoal, bem como a consciência coletiva do mundo, até que ele/ela saia da escravidão de uma consciência condicionada por mentiras. Vocês são criadores, mas não o sabem, e assim, por éons, têm ignorantemente criado experiências de dualidade e separação, e depois perguntando por que Deus permitiria tais coisas.

Essas ideias sobre o perdão poderão confundir alguns de vocês, e podem responder com resistência. Levai-os à meditação e contemplai perguntando-vos: "No que eu estou acreditando que está me fazendo sentir dessa maneira? Isso é verdade? Como posso perdoar e realmente amar essa pessoa, igreja, membro da família, negócios, etc., que fez essa coisa terrível para mim?".

Nós não dizemos que vocês devem esquecer, nem que vocês estão se transformando, de repente, no melhor amigo de alguém que os feriu, ou que está tudo bem se assumir riscos inseguros em torno daqueles que não podem ter suas melhores intenções em mente. Fingir viver fora de um estado de consciência, que ainda não foi atingido, é muito humano, mas a maioria de vocês evoluiu para uma disposição para compreender e integrar o verdadeiro perdão.

A realidade é que vocês sempre são e sempre foram expressões de uma Divina Consciência / Fonte / Deus. Deveria ou poderia Deus fazer algo prejudicial e doloroso para si mesmo? À medida que vocês aprenderem a reconhecer a verdadeira natureza das coisas, descobrirão que nada real precisa de perdão porque a idéia de perdão indica que há alguém fora do UM.

A dor da traição (a razão para a maioria das questões que requerem perdão) permanece muito tempo depois que o evento, pessoa ou organização não é mais uma parte da vida de alguém porque as emoções intensas da experiência são, geralmente, armazenadas de forma “sólida” na memória celular, prontas e capazes de serem reativadas na menor provocação.

Tentem não resistir, porque a resistência simplesmente dá poder e realidade às emoções, crenças, etc. que vocês procuram transcender. Em vez disso, sejam pacientes e amorosos com vocês mesmos, quando estiverem sofrendo. Reconheçam que essas emoções dolorosas, por enquanto, são uma parte de sua energia, mas que não há lei que as mantenha ou as apoie. Falem com as células de seu corpo físico, visualizem-nas cheias de Luz e digam-lhes que está tudo bem e não é preciso temer a liberação da energia antiga e acabada.

Saibam que vocês podem se mimar, não há nada “não espiritual” sobre fazer as coisas que amam, e apenas curtir a vida. Ensinamentos que separam o espiritual e o humano são falsos, baseados na doutrina religiosa criada por mentes humanas não evoluídas e não por Deus. Não há nada fora do UM, é apenas o sistema de crenças falsas da mente humana que interpreta algumas coisas como espirituais e outras como não espirituais. A essência de todas as coisas é Divina, pois é tudo que existe.

Questões dolorosas e não resolvidas entre duas pessoas (geralmente dominador/vítima) permanecerão na memória celular e serão levadas a cada vida, continuando a se manifestar entre as mesmas pessoas em diferentes papéis. Esse tipo de conexão entre as pessoas resulta na formação de cordões de energia.

Esses cordões são criados sempre que há experiências intensas de bem ou mal entre duas pessoas e se tornam uma faceta do campo de energia de cada uma delas até serem removidos ou até que um dos dois evolua além da energia que criou os cordões em primeiro lugar, pois já não tem nada para anexar. A dissolução desses cordões de energia não remove uma pessoa da vida de outra, mas remove o sentimento intenso e muitas vezes insalubre de escravidão que os acompanha.

As cordas de energia se desenvolvem entre parceiros sexuais, frequentemente entre uma criança e um pai, ou com alguém com quem houve intensas experiências compartilhadas. Elas ligam os envolvidos à energia de baixa ressonância e devem ser removidas - isso pode ser feito facilmente por curadores energéticos ou por si mesmos por meio da intenção. "Na presença do meu Eu Superior e dos meus Guias, eu escolho conscientemente remover todos e quaisquer cordões energéticos que me prendem a (nome completo da pessoa)." Visualizem a Luz dissolvendo os cordões que normalmente estão ligados ao chakra do plexo solar e preencham o espaço com a suave Luz dourada. É a intenção que é mais importante, não as palavras.

A percepção consciente de si mesmo como EU é o caminho para a liberdade, queridos, e é como vocês se tornam livres de dor e sofrimento em um mundo formado de energia que nem sequer existe na Mente Divina. Uma vez que vocês se tornam capazes de reconhecer a realidade de quem e o que vocês são, a cena exterior não terá mais poder sobre vocês, porque agora podem reconhecê-la pelo que realmente é.

Vocês estão evoluindo além dos conceitos de perdão, indo para uma realização da unidade. A evolução é um processo. Primeiro vem uma consciência intelectual de alguma verdade seguida por um período de tempo (às vezes, anos) passado com leituras, tendo aulas e contemplação interior. Quando está pronta, a alma integra a verdade e ela se torna um estado de consciência alcançado.

Se um indivíduo já alcançou a consciência de alguma verdade numa vida anterior, a consciência intelectual simplesmente se torna "lembrança", seguida de uma integração rápida e fácil. É por isso que não é sábio comparar sua jornada com a dos outros, já que todos tiveram vidas e experiências diferentes, antes desta. Confiem que seu Eu Superior está colocando vocês bem onde precisam estar para aprenderem o que precisam.

O verdadeiro perdão é um estado de consciência alcançado que percebe que não há nada a perdoar. Ao mesmo tempo, é importante lembrar que nem todos estão prontos para entender este sentimento mais profundo de perdão e, assim, ainda pode haver ocasiões em que é necessário e apropriado falar as palavras e tomar ações que definem o perdão. Palavras e ações faladas, a partir de uma realização consciente da unidade, carregam uma vibração mais elevada do que se fossem faladas como um exercício puramente tridimensional.

Aqueles que vivem completamente na consciência tridimensional estão mais sujeitos a acidentes e eventos porque estão expressando e criando com energias de dualidade (pares de opostos) e separação. No entanto, experiências semelhantes (muitas parecendo requerer perdão) que ocorrem na vida daqueles que estão despertos para a verdade não são um sinal de fracasso espiritual, como alguns podem pensar, mas, ao invés disso, são experiências normalmente planejadas antes do nascimento como sendo necessárias para o crescimento espiritual.

Isso nunca significa que vocês devem permanecer em situações abusivas ou prejudiciais à espera de que a outra pessoa mude. Significa tomar quaisquer passos humanos que possam ser necessários, lembrando-se da natureza Divina dos envolvidos. Recusar-se a permitir que outros o desonrem física, emocional ou mentalmente é uma escolha empoderadora porque, com ela, vocês fazem o reconhecimento de si mesmos como o EU.

Nunca voltem aos velhos, conhecidos e confortáveis sistemas de crença, uma vez que vocês tenham despertado para o sentido mais elevado dessas coisas. É tentador alinhar-se com a energia de multidões, especialistas, líderes religiosos, políticos, famílias e amigos para serem aceitos e amados. Se forem guiados a isso, participem, mas não se alinhem com estados de consciência de ressonância mais baixa.

Regredir a um estado de consciência que vocês já transcenderam, cria dissonância física, emocional, mental e espiritual.

Confiem que seu Eu Superior sabe onde vocês precisam estar, o que vocês precisam aprender, e como e quando chegar lá.

Nós Somos o Grupo Arcturiano.

*******************
Marilyn Rafaelle
Fonte: http://www.onenessofall.com/
Tradução: Sementes das Estrelas / Amanda Cordeiro 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...