INVOCATION TO THE ORIGINAL PLAN OF GOD

INVOCATION TO THE ORIGINAL PLAN OF GOD

https://youtu.be/3R-ihO7weVk

Total de visualizações de página

IMPULSO UNIVERSAL

IMPULSO UNIVERSAL

sábado, 31 de dezembro de 2016

Neste sábado, dia 31/12, serão iniciadas as análises das ações humanas no orbe terrestre, a partir das quais serão decididos os destinos das consciências encarnadas e as dos desencarnados

Reunião Anual do Tribunal do Conselho Cármico

Saudações da Luz.

Dia 28/12 foi o prazo oficial para o encerramento da entrega dos pedidos e petições junto ao Tribunal do Conselho Cármico pelos Mestres e Eus Superiores, mas os pedidos da Humanidade podem ser enviados no dia 31/12 ou durante o mês de janeiro de 2017, caso a urgência seja confirmada pelo Guardião dos Registros.

No dia 31/12 serão iniciadas as análises das ações humanas no orbe terrestre, a partir das quais serão decididos os destinos das consciências encarnadas e as dos desencarnados que fazem sua jornada no plano da 3ª dimensão física.

No nível umbralino, muito já foi feito no último ano e a maior parte das forças negativas foram retiradas deste orbe crístico, após o julgamento final. Atualmente, além do Tribunal do Conselho Cármico há também a participação e a intervenção direta do Grande Conselho Cósmico e Universal,  a entidade que atua neste Universo Local.

É importante o recolhimento interno pessoal para este momento decisivo, pois cada consciência humana está sendo analisada e recebendo o seu parecer inicial, neste encontro anual. É importante saber que as reuniões do Tribunal do Conselho Cármico ocorrem trimestralmente para tratar dos assuntos imediatos e emergentes de cada etapa desta Transição Planetária, mas é no final do ano que o balanço é feito.

E neste encontro serão analisados os resultados de cada trimestre.

O ponto de relevância estão concentrados nos assuntos relacionados ao Plano Divino, pois a maioria dos envolvidos neste Projeto do Pai Criador assumiram compromissos antes do seu nascimento e, para isso, cada Eu Superior destas consciências humanas estarão presentes diante deste Tribunal do Conselho Cármico para acompanhar as análises e pareceres.

Tem sido notável os desvios de condutas e ações negativas perpetradas contra a manifestação do Plano Divino na Terra - o que é considerado um ato gravíssimo, já que este Propósito Maior, por várias vezes, tenta ser implantado em nosso mundo, no decorrer dos últimos 3 mil anos.

Nos últimos tempos, desvios ocasionados por pessoas que tinham se comprometido com a missão crística antes do encarne, geraram diversos danos nas frentes destinadas à implementação do Plano Divino. Mesmo que os alertas viessem de todas as formas e as orientações fossem direcionadas aos servidores que tem o compromisso de manifestar e expandir a verdade crística, muitos se perderam e acabaram por se desviar do caminho.

O chamado aos Eus Superiores foi necessário devido às consequências das escolhas de suas consciências encarnadas, assim como pelo próprio compromisso dessas Entidades Superiores junto às Hierarquias Espirituais envolvidas neste Plano, em que muitos Comandos Estelares enviaram seus membros para encarnarem em nosso planeta.

Estamos no final da subida da rampa e, em breve, estaremos nos firmando na nova órbita solar da quarta dimensão, causando ainda mais situações contraditórias nas mentes e corações das pessoas encarnadas no nosso mundo. Isso ocorre devido ao desgarramento das velhas energias da terceira dimensão para que possam adentrar na ressonância com a nova energia que tem entrado no planeta.

As pessoas ainda estacionadas na terceira dimensão e que continuarão a percorrer esta faixa evolutiva, terão outros destinos, após a consagração planetária. Muitas consciências físicas que já cumpriram o seu papel em nosso mundo estão desencarnando para não sofrer as dores previstas na superfície do planeta, partindo assim, de forma mais serena, devido às suas conquistas e méritos pessoais.

Esta reunião anual do Tribunal do Conselho Cármico sinaliza um divisor de águas na nossa história humana, pois está sendo realizada uma cerimônia onde o Plano Divino está sendo registrado oficialmente como a meta de toda a humanidade terrestre, a partir de agora. Todas as forças anticrísticas do planeta foram informadas sobre esta mudança planetária..

Os acordos entre as duas forças existentes hoje, no planeta, serão mantidas até a colheita final. Esta deve ser a atenção direta de cada alma encarnada, pois não haverá uma terceira via e, sim, duas margens bem definidas. Cada ato, cada verbo, cada pensamento, cada sentimento das consciências físicas são registrados a todo momento para delinear o caminho que, por livre opção, foi escolhido. Assim será cumprido o ato final, o que cada um escolheu para si mesmo.

Os Eus Superiores apenas são notificados das decisões e fazem suas confirmações.em consonância com as suas responsabilidades.

Sobre o Poder do Verbo, é importante salientar os casos de decretos, declarações e invocações que são feitos e que envolvem as ações do Tribunal do Conselho Cármico, onde muitos trabalhadores da Luz tem cometidos erros gravíssimos por desconhecimento das Leis Divinas e a Lei da Precipitação acarretando para si mesmos, responsabilidades que terão de assumir em futuras reencarnações em outros orbes, tanto neste Universo Local Crístico quanto em outros Universos Anticrísticos, onde a Luz não está presente.

Nestas verbalizações escritas, entoadas ou pronunciadas decretam seus destinos futuros e por isto é importante a ciência dos motivos e razões que os trouxeram a esta encarnação atual. Muitos se iludiram ou se equivocaram sobre as condições que regem a Criação e a Evolução de almas humanas neste planeta.

E uma renúncia sobre sua condição divina e suas ligações com a hierarquia espiritual desta humanidade acarreta sérios danos em sua evolução futura. E a negação de forma oficial e registrada no Livro da Vida diante do Tribunal do Conselho Cármico, é o ato decisivo que a própria entidade humana precisa responder na sua peregrinação dentro da eternidade.

Tudo isso tem decorrido do fato de estar passando pelo desgarramento dos miasmas das velhas energias e da negação em aceitar as novas que chegam ao nosso planeta. Esta dissonância, que ocorre na consciência física, implica na decisão tomada de forma arbitrária e que será respeitada até pelo Tribunal do Conselho Cármico com a ciência de seus Eus superiores.

As cartas que foram ou são entregues devem ser meditadas e refletidas antes da sua publicação ou envio às autoridades superiores que, no caso, é representado e oficializado pelo Tribunal do Conselho Cármico e pelo Grande Conselho Cósmico e Universal. O que foi dito e assinado, assim será cumprido. Tenham a ciência disto.

Os contratos cármicos foram gerados através das ações anticrísticas e pelas falanges trevosas ao longo da jornada humana, onde se entrelaçaram os dramas humanos que afloram nesta etapa atual da vida. A confusão está no foco da atenção onde a Luz não cria contratos, mas tem sua ação focada no compromisso assumido pela consciência humana, antes da sua encarnação na Terra e a cada vez que decide mergulhar no plano físico.

E tem sido notável, também, como este ato de quebra de compromisso com a luz está sendo feito de forma errônea, influenciados pelos irmãos negros que atuam continuamente na confusão mental e do coração destas consciências, quando movidas pela tristeza, angústia ou mesmo pelo ego inflamado.

Já a quebra de um contrato feito com entidades umbralinas gera outros de forma automática, pois geralmente estas pessoas se deixam envolver na malha da ilusão. A maioria pensa estar agindo e manifestando a luz, mas se se analisarem verão que, na maioria dos casos, estão sendo movidos por interesses pessoais e, assim,, criam hologramas falsos para si mesmos, entrando em sintonia com as frequências do umbral.

"Seguir o Coração!" tem sido a recomendação de nossos mestres, mentores e guias espirituais. Isto por si só livra o peregrino do erro que ocasiona o desvio da conduta e da missão de vida.

"Seguir o Ego inferior" tem sido o caminho da maioria destes trabalhadores da Luz que assim se transformaram na realidade, nos "trabalhadores da Treva", conforme ficou evidenciado nos fatos ocorridos no último ano e que, de tempos em tempos, se manifestam entre nós.

Todas as ocorrências negativas têm sido registradas no Livro da Vida de cada individuo encarnado, assim como suas ações benévolas e amorosas que auxiliam a evolução da raça humana no planeta. Tal fato, em si, são os arquivos que são abertos diante deste Tribunal do Conselho Cármico, onde são analisados os registros akáshicos de cada um.

Faça um recolhimento interior no dia 31/12/2016 e reflita sobre suas ações diante do compromisso assumido com sua Alma e não com seus acordos egocêntricos no nível terreno. Medite internamente se o que promoveu ao longo do ano resultou em maior aprendizado nas corretas relações humanas, perceba como se portou diante das dificuldades e obstáculos, se conseguiu avançar na senda espiritual do aprendizado mútuo, onde o coletivo tenha tido o êxito que a própria Mônada estabeleceu como meta anual para o seu grupo de almas.

Observe também neste retiro espiritual interno em que ponto da evolução, sua alma peregrina se encontra a partir da sua própria caminhada e se possível, identifique o ponto em que se encontra neste momento, onde duas margens se formaram bem diante de si mesmo, perceba qual foi a sua escolha pessoal. Isto o ajudará a estabelecer uma possível correção de rumo, se for o caso do reconhecimento e do retorno à sua essência primordial.

Faça com amor, sinta com amor e seja amor!

A verdade crística é sua essência.

Em Amor e Luz,
Paz em Cristo!
Shima.
Namastê.
http://ernesto-shimabuko.blogspot.com/2016/12/conselho-carmico-31-dezembro-2016.html
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...