COMBINAÇÃO DIVINA.

Quando você passou por um período intenso, tenha sido ele energético ou não, pode ser difícil se concentrar em qualquer outra coisa diferente que nao seja de como você está desconfortável.

Mas existem elementos-chave que ajudam a minimizar seu desconforto, e ajudá-lo a passar esse tempo desafiador com a maior quantidade de velocidade, suporte, graça e facilidade possível.

Esses elementos são a rendição, a fé, o fluxo, a confiança, a aceitação, a permissão e a gratidão.

Entendemos que você não consiga nem pensar em praticar qualquer um desses elementos, quando os tempos parecem difíceis, mas é nestes momentos em que eles podem mais ajudá-lo.

Se você está preso em uma fase que parece persistir, recomendamos altamente examinar cada um desses elementos essenciais, perguntando-se como você poderá começar a implementar o uso deles novamente.

Qualquer dos elementos de rendição, fé, fluxo, confiança, aceitação, permissão ou gratidão, utilizados por eles mesmos, ajudarão em sua própria maneira distinta. Mas usá-los juntos, como um código, ou uma combinação, (por isso nos referimos a eles como a Combinação Divina), é o movimento de poder que muitos de vocês estão perdendo.

Há uma mágica, ou uma alquimia, se você quiser, que só se ativa usando todos eles juntos, e essa é a fórmula que você procura, especialmente em tempos mais difíceis, para movê-lo para além de qualquer bloqueio, para soluções de vibrações mais elevadas, que sua alma sabe que devem existir, mas que você está tendo problemas para encontrar.

Arcanjo Gabriel

*****************
http://lightworkers.org/

Mensagem de Maria

Extraordinary Apparition of the Virgin Mary - Lisboa, Portugal - May 21, 2017

Extraordinary Apparition of the Virgin Mary - Lisboa, Portugal - May 21, 2017

Musica do blog





Impulso Universal

Impulso Universal

segunda-feira, 5 de dezembro de 2016

ENERGIA DE DEZEMBRO DE 2016


RELATÓRIO DA ENERGIA DE DEZEMBRO DE 2016
Mensagem de Jennifer Hoffman
5 de Dezembro de 2016

Aqui estamos no último mês de 2016, e é um alívio bem-vindo estar no final do ano. Tem sido um desafio, mas é um ano “9”, o que envolve finais, encerramento e finalização. É por isto que o tema deste mês é: “Limpe o Convés e Navegue”. Nos navios, os convés são limpos, movimentando os objetos antes da navegação, para que eles não se movam e fiquem no caminho.
 
À medida que avançamos neste mês, que é o último mês, neste ano 9 e o último ano em um ciclo de 9 anos, teremos muitas oportunidades para colocarmos tudo em ordem. Você pode até achar que alguns de seus “convés” são auto limpantes, quando pessoas e situações deixam a sua vida voluntariamente. Isto está bem; eles estão abrindo espaço para novas oportunidades.

Este relatório da Energia de Dezembro contém uma mistura de energias, algumas grandes e outras não tão grandes. Não é fácil fazer o nível de limpeza em que estivemos envolvidos por tantos anos, mas este mês é uma última passagem para o que esteve circulando desde 2007.

Como você lida com isto e com o que vem a seguir?
Está preparado para Dezembro?

Ele está aqui e está acontecendo agora.
Será um mês agitado.

Cada ano chega ao fim e este é o último mês de 2016, um ano de limpeza e de movimento, que tem sido um desafio, mas estamos no ponto final. Comecei a escrever este relatório várias vezes e não conseguia terminá-lo por razões que tinham a ver com a intenção coletiva de se posicionar e este é o mês para isto.

Se você está familiarizado com o protesto de Standing Rock contra a rota do gasoduto de Dakota Access, através de sua fonte de água, um tribunal rejeitou a queixa da tribo de índios sioux, depois de pesados protestos e a presença de 2000 veteranos americanos. O governo federal decidiu suspender a construção do oleoduto. Este é um momento significativo para nós e muda o cenário para 2017.

Fomos desafiados a defendermos o que acreditamos e o que beneficia o coletivo. O fato de se posicionar pode levar a uma recusa ou a uma abdicação, mas uma coisa que aprendemos com esta situação é que o poder está conosco, com o povo, e em um paradigma do poder na 5D, o poder não corrompe, ele une.

Estamos ainda ressoando com a energia da lua nova de 29 de Novembro que se dá em quadratura com Netuno, o planeta que rege o petróleo e o gás, bem como a ilusão e a fraude.

Ao mesmo tempo, estamos sob a forte pressão de Marte, que estará muito ativo nas próximas duas semanas e aspecta, de maneiras poderosas e positivas, todos os grandes planetas, especialmente Plutão (transformação), Urano (revolução), Eris (guerreiro para a justiça), Saturno (lógica, disciplina, lições e realidade), e Júpiter (expansão, pensamento superior) para tomarmos uma posição pelo que acreditamos e queremos, agora e para o futuro.

A ação de Marte é muito simbólica porque ele rege Áries, o signo do pioneiro e o primeiro signo do zodíaco. Em Aquário, ele está em mútua recepção com Urano, que rege a comunidade e o coletivo, permanecendo em Áries até Maio de 2018. Recepção mútua significa que Marte e Urano estão no signo, um do outro, e isto faz a primeira semana de Dezembro, quando Marte se conecta exatamente com Urano, o super poderoso.

Temos o planeta da ação se encontrando com o planeta da revolução e não nos esqueçamos de Eris, a energia feminina do guerreiro divino, que está também em conjunção com Urano. Mais do que ação, contudo, é a conexão Marte/Urano, onde um se torna Um, unindo o pioneiro com o coletivo, convidando o indivíduo a se unir à comunidade.

Esta é a inteligência divina operando e somos convidados a nos unirmos, reconhecendo tanto a nossa divindade, quanto a nossa humanidade; a nossa individualidade, bem como a nossa adesão ao coletivo.

Será que há algum alívio neste mês?

Sim, há, mas o alívio não chega com uma massagem, um chá quente e uma almofada macia para os nossos pés. Ele, com frequência, chega a partir de novas compreensões, percepções, verdades e um desejo de mudança que é tão forte que somos obrigados a criá-la, geralmente depois de termos experimentado a confusão, a dor e o sofrimento.

Dezembro é um mês que mantém o potencial para a conclusão e o encerramento que dá origem à transformação, se estivermos dispostos a agir e a permitir que isto aconteça.

A união de pessoas através de um objetivo comum e compartilhado não é nova, mas hoje é mais significativa do que nunca. Temos que compreender que somos os criadores, somos poderosos e é a nossa intenção coletiva que é a chave para um mundo em que a paz, a alegria, o amor e a abundância estão disponíveis para todos.

Passamos por um ciclo poderoso que começou em 2007 e em 2016 tivemos o último ano deste ciclo. 2017 inicia um novo ciclo de energia.

2016 foi um ano “9”, o que simboliza conclusão e términos. O ano 9 mais recente foi em 2007, e o novo início que se seguiu em 2008, um ano “1”, foi marcado pela crise bancária global e econômica.

Agora estamos na ponta de um novo ano “1”, onde um ciclo se inicia e este requer que a intenção coletiva seja uma intenção capacitada para todos. Temos experienciado os abismos do desespero, agora nós estamos preparados para a alegria, mas de uma maneira equilibrada e isto criamos para nós mesmos.

Quanto mais sabemos hoje do que em 2008? Quanto mais conectados estamos e somos capazes de usar veículos para a conexão como a Internet, celulares e a mídia social?

O modelo de vida “feito para você” foi uma opção tentadora e nos tornamos pessoas preguiçosas e inativas, robôs, e perdemos a nossa criatividade. Isto exigiu que vivêssemos como vítimas incapacitadas, não mais soberanas em nossas realidades individuais e coletivas.

Estamos agora entrando em um novo ciclo de energia e enfrentamos uma verdade séria, que se quisermos a festa, temos que estar dispostos a passar algum tempo cozinhando na cozinha.

Este novo ciclo desenvolverá a nossa intenção, o alinhamento e o pensamento focado na mestria. Assim, se estivermos dispostos a explorar os benefícios das vibrações mais elevadas, das novas frequências e dos novos potenciais, teremos o apoio que precisamos e deveremos tomar medidas.

Esta é a diferença entre cantarmos sozinhos e com uma orquestra completa. A música é a mesma, mas ela parece mais rica e mais completa quando todos na orquestra estão nos apoiando.

Recebemos mais apoio em 14 de Dezembro com a lua cheia de Gêmeos, que, novamente, entra em aspecto com todos os grandes planetas (exceto Netuno) e o Solstício no dia 21, o que muda o equilíbrio luz/escuridão e sentiremos isto energeticamente, também.

Temos o presente de um Mercúrio retrógrado começando no dia 19 e que está em Capricórnio, regido por Saturno e o signo das corporações e dos “grandes negócios”. Mais do que um incômodo e uma interrupção com a nossa jornada e comunicações, Mercúrio rege o carma e a nossa ligação com ele.

Este Capricórnio retrógrado irá trazer à tona questões sobre o carma corporativo e o final das influências corporativas que há muito tempo tem desempenhado um papel excessivamente poderoso na sociedade.

Será que queremos continuar a permitir que governem o mundo, ou estamos preparados para nos posicionarmos energeticamente e resgatarmos a nossa soberania que temos ignorado e sacrificado por tanto tempo?

Acredito que a família da humanidade está finalmente vendo o valor da conexão e como somos poderosos quando nos unimos com uma intenção compartilhada que inclui o nosso desejo pelo que queremos em nosso mundo, expandindo-o para o resto da humanidade.

Desde que estamos aqui para a nossa própria cura, quando expandimos o que curamos para o resto da humanidade, completamos o nosso ciclo de cura universal e isto acelera o processo da ascensão.

O que perceberemos neste mês é que não temos que trabalhar tanto para mudarmos o mundo e isto não acontecerá com o nosso sofrimento – o paradigma do Curador Martirizado está terminado.

O que muda o mundo é a nossa intenção de termos um mundo de equilíbrio, igualdade, congruência, compaixão e justiça. Nossa intenção de levarmos uma vida poderosa cria o Empoderamento para nós e o mundo. Portanto, não podemos nos concentrar nos problemas que vemos no mundo.

A única razão pela qual vemos os problemas é que agora temos o acesso à solução porque estamos acima da frequência do problema. Somos os “escolhidos” e os eventos neste mês irão nos revelar isto. Tudo o que temos a fazer é acolhermos esta compreensão e usá-la para agir.

Os grandes momentos neste mês (sim, há mais) acontecem ao redor do Natal e do Hanukah (Natal Judeu), que ocorrem no mesmo dia neste ano. É também um momento em que uma grande porcentagem das pessoas no mundo está fazendo e pensando a mesma coisa.

Acredito que o “espírito das festas” será forte em muitas pessoas e isto receberá o apoio de aspectos planetários mais incomuns, já que todos os principais planetas (exceto Netuno), estão no mesmo grau ou muito próximos e estão aspectando o outro de formas positivas. Considerando como eles se movem lentamente e os seus longos retrógrados anuais, isto é muito incomum, de fato.

Mas isto ressalta algo que eu estive dizendo por muitos meses: que temos o apoio que precisamos para fortalecermos as mudanças que queremos fazer. Temos apenas que saber que o poder está aí, e está aí para nós acolhermos e usarmos.

E vivemos em um sistema energeticamente sinérgico, onde tudo funciona em conjunto, para apoiar a manifestação, a criação e a transformação. Assim, as ações dos planetas criam uma ressonância que podemos usar para capacitar a nossa própria transformação.

Quando acreditamos que operamos isoladamente e seguramos os fardos do mundo, ignoramos todas as soluções e o apoio que estão disponíveis para nós. Podemos manter a ressonância da energia universal e a atividade futura para manifestarmos a transformação poderosa.

À medida que encerramos este mês e este ano, podemos recordar o que conseguimos em termos de aprendizagem, cura, crescimento e transformação. Embora a sua vida possa não parecer diferente no exterior e você possa ainda ter alguns dos desafios pessoais que tinha no início do ano, você está se sentindo mais capacitado para fazer as mudanças que irão levá-lo a um novo paradigma para a sua vida?

Permita que algo termine este mês, conceda-se a conclusão, o encerramento e a paz.
Defina a sua intenção para o que você quer no novo ano e neste novo ciclo.

Nunca houve um momento melhor para explorar o quanto você pode ser poderoso em sua realidade e todos nós podemos estar em nossa realidade coletiva.

Somos a “família” da humanidade e é o momento de deixarmos de lado as nossas disfunções e começarmos a explorar a verdadeira conexão, sinergia, e autoconsciência. É isto o que nos salvará e o mundo, e tornará o céu na terra mais do que uma promessa; criará isto como a nossa realidade individual e compartilhada.

Tenha um mês maravilhoso, os melhores votos para uma temporada de festas cheia de alegrias e um novo ano próspero, abundante e abençoado.


http://enlighteninglife.com
Tradução: Regina Drumond
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...