Não temais a dor libertadora!
Mestre Jesus

Filhos amados de Minh ‘alma!

As dores não são castigos divinos!

O Pai Misericordioso não pune seus filhos!

Suas Leis Magnânimas são universais e todas as criaturas, inevitavelmente, alcançarão a harmonia com o Criador.

A dicotomia entre vossas ações, contrárias às leis criadoras e mantenedoras da vida, é que provocam em vós o sofrimento.

Quando libertardes vossas consciências dos atavismos que vos conduzem às quedas, quando a rebeldia não mais comandar vossas ações e vossa alma afinizar-se com a Harmonia Universal do Amor, o sofrimento não mais existirá. Tereis alcançado, então, as Dimensões de Luz e Paz!

Avolumam-se os rancores e os ódios que reverberam em guerras e violência. Estancai o mal em vós, iluminai vosso íntimo onde a escuridão teima em sombrear-vos.

Vinde a Mim e Eu vos aliviarei do peso que vos oprime!

Eu sou o amor e vos conduzirei à regeneração!

Não temais a dor libertadora!

Minha paz vos deixo!

Meu amor vos sustenta!

Minha presença ilumina vosso caminho!

Eu sou Jesus!

********

GESH

S. Jose'

Total de visualizações de página

IMPULSO UNIVERSAL

IMPULSO UNIVERSAL
Amigos de caminhada,
Estou seguindo para o Brasil no dia 21 de setembro. Ficarei la' ate' 19 de dezembro. Estarei aprofundando o meu trabalho espiritual.
Postarei no nosso Blog, sempre que for possivel.
Sugiro reverem muitas das mensagens aqui publicadas, pois são preciosas para os tempos que vivemos hoje.
Fiquem todos com a Misericordia de Deus Pai.
Amorosamente,
Cassia

domingo, 3 de julho de 2016

Infelizmente, ainda continuam a ser alojados toneladas de resíduos tóxicos no solo, no ar e nos oceanos, que indiretamente retomam ao homem pela sua cadeia alimentar, ficando armazenados em vossos organismos, provocando as anomalias genéticas, o câncer e os nascituros disformes.

Image result for imagem transicao do planeta


PLANO DIVINO DE EVOLUÇÃO
RAMATÍS
POR NORBERTO PEIXOTO

A compreensão das mudanças que ocorrerão no orbe terrícola em toda a sua amplitude não prescinde de uma breve retrospectiva histórica que, como sempre alertamos, é recurso empregado pelo fato de vossa memória ser curta. Esquecem-se as criaturas muito facilmente quando estão imersas no restrito equipo carnal, que deixa a percepção do espírito obnubilada, não dispondo da sua plenitude rememorativa.

Dentro dessa perspectiva, ficou obscurecida a consciência coletiva, decorrência ainda da época em que a ignorância preponderava e o acesso ao conhecimento estava delimitado ao interior dos templos, e os homens" descrentes", considerados hereges, foram sumariamente queimados em praça pública juntamente com milhares de livros por contrariarem, pelo livre pensar, as instituições dogmáticas. A ascensão e queda dos sistemas religiosos, filosóficos, monárquicos, matriarcais ou patriarcais fez parte dos sucessivos ciclos de escuridão e Luz que ocorreram na história do homem. Cada era traz dádivas ou misérias, desenvolvimento ou estagnação, paz ou violência. As culturas que dominaram o orbe terrícola são provenientes das dinastias atlântidas, egípcias e gregas. Formando o caldo cultural da humanidade por milhares de anos até a queda moral da política romana, levada de roldão ao insano da conquista obrigatória do mundo, pelo fragilizado império que num último suspiro de dominação se "apropriou" do Cristianismo na azáfama de perpetuação do poder. Nessas ligações das diversas eras e das influências da descendência genética, foi o homem perdendo a sua procedência cósmica, qual estrela que se apaga abruptamente diante de um painel incandescente de outros bilhões e trilhões de estrelas no céu da evolução inexorável. Quantas vezes olhastes para a abóbada celeste em noite clara, para a infinidade de estrelas e astros cravados no firmamento e vos perguntastes: "Quem está lá no Além? São nos semelhantes ou diferentes?" A consciência individual não está separada da Consciência Cósmica, e muitos de vós não tivestes a evolução em um único orbe, em uma única partícula do Cosmo infinito. Muitos que vieram de outras constelações, de outras galáxias, estiveram e estão muito envolvidos com a evolução da humanidade. Do sistema estelar de Sírius vieram muitos espíritos em transmigração para contribuir com o Grande Plano de Evolução dos planetas e da vida no Universo.

Encarnaram em várias épocas da História, desde a Atlântida, há mais de 40.000 anos terrestres. Em momentos cruciais da formação cultural e filosófica da humanidade, desceram à carne em postos decisivos na civilização grega, personalidades como Pitágoras, Sócrates, Hipócrates, Platão e Aristóteles, que influenciaram quase todas as demais. A maior parte dos grandes progressos tecnológicos e científicos verificados na História ocorreu, com autorização do Alto, por influência de culturas extraterrestres. A estrela Sírius é uma das mais brilhantes em vosso céu e desempenhou por muito tempo papel importante nas crenças de outrora. Foi objeto de reverência, e os antigos egípcios construíram templos piramidais de tal maneira projetados que possibilitavam à luz de Sírius adentrar as câmaras mais internas.

A influência desses espíritos sobre a comunidade terrícola foi acentuada nas sociedades secretas, nas escolas de mistérios e na arte da magia, desde épocas das primevas raças do orbe, da Lemúria e da Atlântida. Observai que algumas pirâmides do Egito têm a proporção entre a diagonal da base e a altura exatamente igual àquela que existe entre a circunferência e o diâmetro da Terra, pois não eram meras tumbas mortuárias e, sim, templos iniciáticos que serviam para o intercâmbio com outras faixas vibracionais, com outros astros e seres. Essa relação de proporcionalidade era uma chave contida nas pirâmides, como portal imantado magneticamente para a localização, em outras paragens cósmicas, dos aglomerados  terrícolas da época, como se fossem coordenadas específicas do planeta junto ao orbe de origem desses espíritos encarnados na Terra. A partir daí, estabeleciam-se as viagens astrais ou, como chamais atualmente, viagens interplanetárias. Utilizavam-se naves espaciais de matéria etérica quintessenciada de alta freqüência vibratória com outra matriz energética. Elas se acoplavam perfeitamente às pirâmides, que, na verdade, eram sua contraparte no plano físico, completando-as.

Avaliai as insignes tábuas Sumérias, originadas 3.000 anos a.C., e que vos trazem a história de como o Homo sapiens aportou em vosso planeta. Há cerca de 50.000 anos, o homem de Neanderthal era o máximo da vida inata da Terra quando, nessa época, o Homo sapiens inesperadamente surgiu com as qualidades que o destacaram, pois manuseava as ferramentas e cultivava o solo com destreza. Será que após alguns milhões de anos de estagnação evolutiva essa nova espécie despontou abruptamente, como se fosse de uma noite para outra? A evolução não dá saltos extemporâneos, e o que parece aos vossos olhos inexplicável nada mais é que as potencialidades criativas do Cosmo sendo utilizadas.
Não houve descontinuidade evolutiva do homem de Neanderthal quando do surgimento do Homo sapiens (1). Já naquela época se fazia útil a Engenharia Genética. Os corpos físicos, naquele contexto histórico e evolutivo do planeta, não tinham condições de abrigar espíritos transmigrados de outros orbes e detentores de um outro estágio consciencial, pois, na sua maioria, não se tratava de encarnações de seres rebelados moralmente, não sendo justo encarnarem em corpos rústicos e algo brutos para o mentalismo mais depurado. Houve um trabalho de manipulação genética pelos engenheiros e geneticistas siderais responsáveis pelo aprimoramento dos corpos terrícolas, criando-se uma nova raça com o apoio energético para tais mudanças, com a consequente repadronização do DNA - ácido desoxirribonucléico - e reestruturação molecular, alinhando os corpos físicos e deixando-os em condições de receberem as vibrações perispiríticas mais rápidas desses reencarnantes. Assim, a nova organização fisiológica, criada por método de manipulação genética, ficou adequada para suportar as repercussões vibratórias decorrentes da encarnação desses extraterrestres.

Essa modificação ocorrida no DNA, que aparece em vossa composição étnica, não demonstra a movimentação havida no Plano Astral e a vossa herança cósmica. Outras formas energéticas e espirituais do Universo contribuíram decisivamente para a evolução do orbe e, quando obtiverdes o conhecimento de quem realmente sois, concluireis pela Sabedoria Divina, pela grande contribuição do Pai aos Seus filhos nos diversos caminhos ascensionais da Cosmologia, da Física Cósmica Universal e do grande trabalho realizado para que ocupeis esse corpo físico.

Estão previstas no Plano Divino de Evolução significativas mudanças planetárias no Terceiro Milênio. A Terra está ascendendo na hierarquia espiritual, sendo promovida de escola primária para o ensino secundário, de planeta de provas e expiações para de regeneração. Isso não quer dizer que haverá mudanças rápidas.

Infelizmente, ainda continuam a ser alojados toneladas de resíduos tóxicos no solo, no ar e nos oceanos, que indiretamente retomam ao homem pela sua cadeia alimentar, ficando armazenados em vossos organismos, provocando as anomalias genéticas, o câncer e os nascituros disformes.
Permanece a ganância despropositada dos ricos empresários e, se assim continuar, as futuras gerações herdarão um planeta inabitável.

"O céu se manifestará na Terra", referência feita no Apocalipse que significa o acolhimento das dimensões da existência imperceptíveis aos vossos atuais cinco sentidos grosseiros, é algo parecido com um único canal na televisão que paulatinamente começará a captar outros, embora vários sempre tivessem estado no ar.

A humanidade terrícola chega no exato ponto de contato entre a ilusão da matéria e as verdades espirituais, tão bem simbolizado na junção que apóia as duas hastes ou toras de madeira que formaram a cruz carregada pelo Cristo-Jesus: a horizontal é o homem preso ao ciclo carnal, e a vertical é o caminho da regeneração do espírito que inicia seu processo de libertação do jugo material, retomando à Consciência Crística Divina em sua plenitude.

Como dito alhures, o magnetismo e as faixas de freqüência do eixo planetário estão se alterando. Esse aumento de freqüência se ajusta às freqüências mais rápidas dos espíritos reencarnantes e está em concordância com o carma coletivo. A estabilização dessas novas freqüências, acompanhadas pelo magnetismo correspondente, levará a uma mudança comportamental dos cidadãos, das organizações, dos governos e das nações, repercutindo no trabalho, nas condições de vida e nas famílias. Haverá uma adequação nos sistemas de infra-estrutura da coletividade terrícola, em decorrência do carma não tão retificativo, pois as individualidades reencarnantes já têm uma retidão moral mais crística e um novo estágio consciencial e espiritual.

Em todos os caminhos já traçados na evolução, não houve nenhum poder arbitrário da Divindade. A busca e as experiências são necessárias e se iniciam nos planos inferiores.

E se há sofrimento, dor e ranger de dentes, é pela baixa moralidade e pelo egoísmo preponderante.

A vossa compreensão intelectual não vos livra da ilusão. Deveis ter um sentido da existência universal, em que estais em unicidade com Deus. O intelecto serve para que as relações com as verdades fundamentais do Cosmo se façam entender quando encarnados e vivificando uma determinada personalidade; mas não explica a individualidade e sua consciência única, muito menos a consciência cósmica.

Verificai vossa dificuldade em conviver com as verdades perenes. Vede a ilusão dos prazeres. O prazer é decorrente de mudanças químicas produzidas em vosso corpo transitório, seja induzido por um componente que o estimule externamente, seja por um estado psicológico que altere a condição hormonal. O prazer não está na sensação, mas se encontra na mente. É claro que a condição da mente determina o tipo de prazer, portanto, a fonte prazerosa está no psiquismo mais profundo do espírito imortal.

E quantos de vós correis desenfreadamente em busca do prazer, seja no nível físico ou emocional! Bilhões de criaturas vivas são sacrificadas diariamente para saciar o vosso paladar. Outros milhões são submetidas a morticínio cruel de modo que suas peles possam calçar vossos delicados pés ou ornamentar, por meio de bolsas, cintos e demais acessórios, as senhoras bem destacadas da vossa sociedade, mantendo os modismos dispensáveis. Sorve a criatura humana com sofreguidão desenfreada quantidade exagerada de alcoólicos, diuturnamente consumidos de maneira compulsiva, procurando relaxar e encontrar coragem diante das pequenas vicissitudes da vida comezinha, prazeres que se apresentam voláteis diante do discernimento encharcado pela bebida. Ainda há outras ilusões que vos deixam estagnados na expansão da consciência e na evolução espiritual.

Permanece a ilusão da riqueza, da sexolatria, do academicismo exacerbado, da beleza fugaz do corpo físico, do nome da família, da fama e até o devaneio da superioridade religiosa, racial e de nacionalidade. Atentai para o preconceito espirítico que ocorre em alguns agrupamentos mediúnicos e agremiações terrenas, em que os pretos velhos, Índios e caboclos ainda não são bem-vistos, como se houvesse diferenciação do "lado de cá" quanto à procedência de cada irmão ou distinção quanto ao intercâmbio  medianímico ser em mesa, altar, templo ou terreiro. O que importa para a Espiritualidade é o padrão vibratório elevado, o interesse altruístico, o trabalho gratuito e caridoso do grupo e os valores morais contidos no Evangelho do Cristo interiorizados e praticados.

Há quatrilhões de estrelas de todos os tamanhos no vosso campo de visão. Mas é uma ilusão o quadro pintado no céu noturno ou visível diante de vossos potentes telescópios, pois, no momento que o enxergais, muitas estrelas e astros já não mais existem, pelas distâncias de milhões de anos-luz da Terra, decorrente da linearidade espaço- temporal do ilusório e limitado plano em que vos encontrais.
Passemos do Infinito ao infinitesimal. Se eliminásseis todos os espaços vazios das moléculas e átomos que compõem os vossos corpos humanos, restando toda a matéria sólida, física, a massa nuclear, estaríeis reduzidos a um grão diminuto, uma pitada de pó na ponta de um alfinete, que somente através de poderosa lente poderíeis ver. Vede a ilusão que é o mundo físico e as percepções do corpo humano, pois não tendes condições de "leitura" com vossos grosseiros sentidos da realidade etérica e astral que vos cerca. Uma verdade inquestionável a vós é que a consciência, sede da mente e da centelha espiritual imorredoura, perdurará pelo resto do tempo infinito e interminável de vossas vidas, sendo que as "paisagens" físicas, etéricas e astrais são passageiras e ilusórias diante da perenidade do espírito.

Nessa significativa mudança, gradativa, prevista no Plano Divino de Evolução, os homens terão os sentidos mais apurados, serão mais místicos e o intercâmbio mediúnico será mais intenso. Os valores do Cristo serão manifestos no cotidiano. Os terrÍcolas se tornarão mais disciplinados na vida humana transitória. A conduta moral diária pelo Evangelho interiorizado será sublime catalisador das consciências, tornando mais breve o ingresso do espírito aos locais angélicos em que o maior prazer é o banquete amoroso de confraternização entre os irmãos.

Ramatís

DO LIVRO: “SAMADHI” RAMATÍS/NORBERTO PEIXOTO – EDITORA DO CONHECIMENTO.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...