Não temais a dor libertadora!
Mestre Jesus

Filhos amados de Minh ‘alma!

As dores não são castigos divinos!

O Pai Misericordioso não pune seus filhos!

Suas Leis Magnânimas são universais e todas as criaturas, inevitavelmente, alcançarão a harmonia com o Criador.

A dicotomia entre vossas ações, contrárias às leis criadoras e mantenedoras da vida, é que provocam em vós o sofrimento.

Quando libertardes vossas consciências dos atavismos que vos conduzem às quedas, quando a rebeldia não mais comandar vossas ações e vossa alma afinizar-se com a Harmonia Universal do Amor, o sofrimento não mais existirá. Tereis alcançado, então, as Dimensões de Luz e Paz!

Avolumam-se os rancores e os ódios que reverberam em guerras e violência. Estancai o mal em vós, iluminai vosso íntimo onde a escuridão teima em sombrear-vos.

Vinde a Mim e Eu vos aliviarei do peso que vos oprime!

Eu sou o amor e vos conduzirei à regeneração!

Não temais a dor libertadora!

Minha paz vos deixo!

Meu amor vos sustenta!

Minha presença ilumina vosso caminho!

Eu sou Jesus!

********

GESH

S. Jose'

Total de visualizações de página

IMPULSO UNIVERSAL

IMPULSO UNIVERSAL
Amigos de caminhada,
Estou seguindo para o Brasil no dia 21 de setembro. Ficarei la' ate' 19 de dezembro. Estarei aprofundando o meu trabalho espiritual.
Postarei no nosso Blog, sempre que for possivel.
Sugiro reverem muitas das mensagens aqui publicadas, pois são preciosas para os tempos que vivemos hoje.
Fiquem todos com a Misericordia de Deus Pai.
Amorosamente,
Cassia

sexta-feira, 27 de maio de 2016

TRANSTORNO ANÍMICO OU “CORRENTES MENTAIS PARASITAS AUTO-IDUZIDAS”...

TRANSTORNO ANÍMICO OU “CORRENTES MENTAIS PARASITAS AUTO-IDUZIDAS”...
RAMATÍS

PERGUNTA: - Solicitamo-vos a demonstração de um caso do transtorno anímico, denominado de "correntes mentais parasitas auto-induzidas".

RAMATÍS: - Um encarnado vivencia uma morte abrupta em existência pregressa, em que se viu, após um ato traiçoeiro de envenenamento, retido no corpo físico enrijecido sem poder se movimentar. Escuta, como se não tivesse morri do, o relato sarcástico dos autores do crime hediondo lançado contra ele. Essa situação de aflição e de desespero que o leva a um estado de loucura, marca-lhe no psiquismo um pavor terrificante das diversas situações de desencarne do mundo físico. Por um mecanismo de ressonância vibratória com essa vida passada traumatizante, em encarnação futura se vê diante do pânico da morte sem causa aparente e evita se alimentar, por causa do transtorno acarretado pelas correntes mentais parasitas que o seu próprio inconsciente dispara, agravando-se a depressão, a ansiedade, a insônia, e se instalando o desarranjo do sistema nervoso. Ininterruptamente, sente nas entranhas as sensações passadas, "vendo-se" morto, imobilizado, escutando a conversa tenebrosa dos assassinos que o mataram com eficaz veneno, com minúcias de sadismo e ironia.

PERGUNTA: - Esse tipo de fenômeno se instala isoladamente ou pode vir acompanhado de outros distúrbios?

RAMATÍS: - Não raro, se manifesta acompanhado de outros fenômenos, podendo reavivar diversos quadros traumáticos de vidas passadas por semelhanças com a atual, como comporta de uma represa que se abre, intensificando o fulcro gerador dos distúrbios. Imaginai um quadro gripal.
Esse é o diagnóstico principal que vem acompanhado de sintomas secundários: febre, dor de cabeça, indisposição, falta de apetite, dores gerais, obstrução nasal. Isso quando não se vê o paciente com outras perturbações de diagnose diferente, mas que têm atuação sinérgica com a gripe, como as inflamações das vias aéreas: rinofaringites, traqueobronquites e laringites. Voltando às síndromes e fenômenos anímico-espirituais, podeis encontrar paralelo no exemplo referido, de recordações tormentosas e fragmentárias de outras encarnações, com mortes abruptas e violentas, que começam a se abrir pelo desequilíbrio emotivo do enfermo.

Aliado ao fato de procederem à sintonia com outras mentes, pela similaridade de pensamentos, podem se fazer presentes espíritos sofredores na mesma condição de desequilíbrio mental, quando não se "mostram" à vista ferrenhos adversários do passado remoto para se aproveitarem da desdita de todos diante desse novelo enfermiço. Agrava-se o mal-estar, a angústia e estados de perturbação, quando não sobrevêm núcleos obsessivos pela mediunidade reprimida e em desequilíbrio, que pode até levar o enfermo a uma desistência reencarnatória com suicídio indireto.

DO LIVRO: “EVOLUÇÃO NO PLANETA AZUL” RAMATÍS E VOVÓ MARIA CONGA – EDITORA DO CONHECIMENTO.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...