Mensagem de Cristo/ Parte 2

Total de visualizações de página

Amigos de caminhada,
Estou seguindo para o Brasil no dia 21 de setembro. Ficarei la' ate' 19 de dezembro. Estarei aprofundando o meu trabalho espiritual.
Postarei no nosso Blog, sempre que for possivel.
Sugiro reverem muitas das mensagens aqui publicadas, pois são preciosas para os tempos que vivemos hoje.
Fiquem todos com a Misericordia de Deus Pai.
Amorosamente,
Cassia

IMPULSO UNIVERSAL

IMPULSO UNIVERSAL

segunda-feira, 21 de março de 2016

A caminho de casa é a sua ligação indestrutível com Deus, através do Espírito Santo.

Saul: O AMOR SEMPRE PERDOA OS ERROS.
John Smallman

A humanidade está no ponto de inflexão. Esse é o ponto em que o equilíbrio entre o negativo e o positivo, ou de forma mais realista, entre medo e o Amor, entre os reversos. Por eras, a humanidade tem vivido no medo, que é efetivamente uma tela de uma egóica auto fascinação, que bloqueia a Luz do Amor. O Amor é o campo da energia infinita da criação, onde tudo já criado ou a ser criado tem a sua existência eterna, não há outro lugar! O medo, é apenas um véu que você pendurou entre você e aquela Luz infinita, colocando-se na sombra. Ficar na sombra é estar temeroso, porque a Luz é Deus, a Vida, com Seu abraço amoroso sem a qual nada pode existir, mesmo por um momento. Quando você está no medo, na sombra, na escuridão, você imagina monstros que podem atacar e matar você, e sua imaginação é muito poderosa. Você acredita na escuridão, na falta de luz, mesmo que seja irreal, e assim, você constrói defesas para proteger a si mesmo, aumentando assim a escuridão e seu senso de medo.

Separando-se da Fonte, significou escorregar sob o véu imaginário, e perder de vista a realidade. Desde aquele momento, você têm tentado encontrar o seu caminho de volta. Mas você se sentiu culpado pela separação da Fonte, e temia que não seria permitido voltar. Você, então, estabeleceu muitos corpos autoritários, inventou numerosos rituais para aplacar e apaziguar Deus, que acreditava que você tinha gravemente ofendido.

Mas Deus é Amor e o Amor não pode ser ofendido. O amor dá de Si Mesmo sem limites, eternamente, e incondicionalmente, que é a sua natureza, e porque você também é Amor - lembre-se, Isto é Tudo O Que Há! - você também. No entanto, o véu tem escondido a verdade, a Luz, o Amor que é Deus dentro de você. E porque vós mesmos causaram a separação resultou que a sua Fonte, você, está cheio de culpa e medo.

Deus sabia que iria acontecer quando você escolheu experimentar a separação Dele, e assim instantaneamente, Ele forneceu a caminho de casa. A caminho de casa é a sua ligação indestrutível com Deus, através do Espírito Santo. O Espírito Santo é a tranquila voz interior, o sentido intuitivo que faz sugestões de sábios aconselhamentos para você, quando você está tranquilo e aberto para eles, com sugestões sobre como lidar com as questões que lhe dizem respeito ou entes queridos, ou até mesmo, sobre como responder adequadamente a alguém durante uma conversa.

O Espírito Santo está sempre com você, pronto para oferecer orientação. No entanto, muitas vezes você ignora ou rejeita as sugestões que Dele recebe, porque elas não se alinham com o que os seus egos oferecem, que muitas vezes parecem mais atraentes no momento, porque parece que eles vão trazer-lhe benefícios pessoais - por exemplo, a satisfação derivada de mostrar a alguém que está errada ou de vencer um argumento - mas mais tarde, você pode se arrepender de ter feito essa escolha, quando você achar que isto tem causado danos a um relacionamento.

O Espírito Santo sempre aconselha a amar, a aceitar e a perdoar aos outros ou qualquer que seja a situação, pois todos somos Um, e o que você faz para os outros, você está fazendo para si mesmo. Se você se sentir amado, aceito e perdoado isso te fará feliz. A vontade de Deus para ti é a felicidade eterna, e a do Espírito Santo é a sua comunicação pessoal com Ele. Seus conselhos sempre o orientam em direção à paz e a felicidade, mas seus egos desfrutam de conflitos, e assim orientam-no rumo a eles. Se você seguir a orientação do Espírito Santo, ele vai lhe trazer paz e contentamento, se você seguir o ego e suas orientações estressantes, o medo e a decepção surgirão.

Frequentemente, você segue a orientação do seu ego, porque você se sente menos do que adequado, de pouca importância, ou com medo, esses são sentimentos que o ego encoraja vivamente, e você acha que estar "em pé por si mesmo", atacando os outros ou defendendo-se contra eles, é algo que honra demanda.

Na verdade, é apenas uma outra opinião sobre você que é sem sentido. O que importa são as suas próprias e honestas opiniões de si mesmo, em que admite suas falhas e erros, bem como admite a sua bondade e generosidade. Então, tendo olhado para si mesmo, justa e honestamente, perdoe-se completamente por quaisquer pensamentos, palavras ou ações que você tenha tido, que você julga ter tido alguma falta de Amor. Como um ser humano, é impossível para você não cometer erros. É através dos erros que você faz que você aprenda e cresça espiritualmente.

A maioria das culturas humanas frequentemente fazem as crianças parecerem estar agindo de forma errada, em vez de amorosamente mostrar-lhes que eles têm cometido alguns erros e, em seguida, mostrar-lhes como corrigi-los. Como resultado, você crescer no medo de cometer erros, mas, no entanto, continuar a fazê-los e, em seguida, tentar repudiá-los ou culpá-los sobre os outros. (Você vê crianças pequenas que fazem isso com freqüência!) Isso é muito estressante.

Agora, como adulto, você está em uma posição que lhe permite refletir sobre sua vida até agora, e ao fazê-lo, você pode ver que sim, você foi tratado injustamente, mas era assim com todo mundo, especialmente incluindo seus pais e avós e parentes! Percebendo isto, você pode ver a inevitabilidade da necessidade de uma pessoa culpar e envergonhar os outros, a fim de distraí-lo de consciência dos seus próprios erros vergonhosos, renegando-os, ou projetando-os aos outros.

Vendo que todos estão lutando com problemas semelhantes de autoestima e a autoestima você pode começar a perdoar, primeiro perdoando a si mesmo, depois aos outros. Quando você realmente perdoar um erro, em vez aceita-lo relutante enquanto ainda o culpa, você vai encontrar-se sentindo mais em paz e menos orientado a julgar ou culpar tanto a si mesmo ou aos outros. Então a consciência surgirá que você aprecia a libertação do julgamento e da culpa, porque amar e perdoar lhe traz satisfação e a auto aceitação que não é perturbada, mesmo quando você cometer novos erros, e você achar que pode perdoar a si mesmo, imediatamente.

É incrivelmente libertador admitir que você errou, porque negar ou justificar consome enormes quantidades de sua energia, deixando-o esgotado, deprimido, e experimentando uma poderosa falta de autoestima. Há também um grande medo de que seus erros sejam descobertos - o que provavelmente acontecia com frequência durante a sua infância - e você ficará envergonhado. Qualquer tentativa de envergonhar alguém, mesmo que isto o satisfaça no momento, voltará para assombrá-lo, ou quando você mesmo ficar envergonhado, ou por meio da culpa quando você perceber, que, eventualmente, você sentirá, como é a falta de Amor.

Se alguém errar, isto realmente importar para você, em seguida, suave e silenciosamente traga-o a sua atenção e, se possível oferte-se para ajudá-lo a corrigi-lo. Isso é um comportamento amoroso que pode transformar inimigos em amigos, e vai trazer-lhe uma merecida consciência do seu próprio bem e natureza amorosa. A consciência da sua própria natural bondade fornece-lhe energia renovada e motivação para continuar a operar a partir do seu centro divino, onde o bem reside.

Cada um de vocês tem o poder de mudar o mundo mudando a si mesmo, e muitos estão agora a fazer isso, tendo diariamente a intenção de ser apenas amoroso. Às vezes eles falham, mas rapidamente percebem e renovam a sua intenção, pois eles mesmos se perdoam por quaisquer falhas momentâneas.

As principais lições que lhe são apresentadas ao longo de sua vida terrena são que os erros são feitos e devem ser perdoados. Se você optar por não perdoar, isto será absorvido por você com ressentimento e amargura, então aparecerá para você que você está sendo tratado injustamente, e assim, você tenderá a lançar-se contra os outros, o que irá intensificar ainda mais esses sentimentos.

O amor sempre perdoa os erros, de fato ele ignora-os, porque eles são irreais, apenas uma parte da ilusão. Só o Amor é real! E é dentro da verdade divina que você deve se alegrar! Só o Amor é real, Cada um de vocês são puro Amor - presentemente encarnados na Terra, como seres humanos - e o Amor é infinitamente amoroso por si só. É Deus, a Fonte, eternamente amando a Sua Criação, e isto é assim para cada um de vocês, sem exceção.

Com muito amor,

Saul.


http://johnsmallman.wordpress.com/
Tradução: Adriano Pereira
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...