Musica para acompanhar a Sua caminhada, neste Blog

Musica para acompanhar a Sua caminhada neste Blog

Musica: Escúchame Redentor

Mensagem de Maria

Você vai precisar de um copo com água. Deixe-o junto de você, antes de começar a assistir o video. Após a orientação de Maria, você ira bebê-la.

Total de visualizações de página

Divaldo

IMPULSO UNIVERSAL

IMPULSO UNIVERSAL

sábado, 31 de dezembro de 2011

Quer dizer, então, que os seres humanos precisam se apressar para atingir algum nível espiritual em 2012?




Sobre 2012

Havera' catástrofes? O que é uma catástrofe para vocês? Um dilúvio bíblico, um cometa chocando-se com seu planeta, Godzilla ensurdecendo seus tímpanos, vulcões em fúria hollywoodiana, aviões rodeando arranha-céus, governantes bombardeando um bando de esfomeados liderados por um egocêntrico? Escolha sua catástrofe e se divirta com ela, pois ela não virá!!!! Isto aí: ela não virá!!!!

Vocês estão há tanto tempo acostumados com os relatos bíblicos que acham perfeitamente plausível que qualquer evolução deve vir sob um forte "arrasa-quarteirão".

Por outro lado há aqueles que não sabem e nem seguem seus livros sagrados e também acham que tudo o que está além de seu conhecimento deve ser considerado como terrível e tenebroso ou mesmo justo na sua fúria! Isto serviu para uma época, isto aconteceu num dado momento, mas não é para sempre!

E é bom que tenhamos algo em mente: catástrofes naturais não são castigos, mas acomodações, assim como a febre que atinge seu corpo sinalizando uma luta interna para trazer seu organismo ao equilíbrio. Portanto, esqueçam o capítulo catástrofe: O CRIADOR É UMA TREMENDA CONSCIÊNCIA E NÃO UM HUMANO UM POUCO MAS ESCLARECIDO!!!!! OKKKKKK?????!!!!!! Em outras palavras Ele destrói e constrói em função do desenvolvimento da Sua Criação e não por achar que uma pulga mordiscou Seu pé! O que pode ocorrer são acomodações do planeta como um todo, coisa que sempre ocorreu em menor ou maior escala ao longo destes muitos anos pelos quais cada um de vocês têm vivido! Se a quantidade de fenômenos desiguais tem aumentado é porque o nível de acomodação exigido é maior, mas não vai ser a catástrofe que vai redimir a humanidade!
Quer dizer, então, que os seres humanos precisam se apressar para atingir algum nível espiritual em 2012? Para responder a esta pergunta vamos ter que dar uma volta em torno do Universo!
Vamos começar revendo o seguinte: você acredita em extraterrestres? Se você respondeu "Não", sinto em desapontá-lo, mas você acabou de negar o que você é! Sim, todos os seres que aqui estão tiveram suas origens fora do planeta. Todos chegaram aqui algum dia para deixar sua contribuição aqui, porque aqui é uma biblioteca viva, onde cada ser de qualquer parte do Universo poderá tranqüilamente consultar cada arquivo livremente. E você é um arquivo! Dentro de suas células estão suas fitas DNA e nelas estão gravadas as suas origens e suas aventuras ao longo das eras pelos mais diversos pontos do Universo. Cada ser que habita esta planeta encontrou uma maneira de acumular suas aventuras, vocês fazem parte daquele grupo que escolheu gravá-las nestas fitas genéticas.

O planeta Terra é um local originalmente feito para que um grupo restrito de seres o habitem por algum tempo administrando-o e permitindo que outros seres aqui cheguem e consultem os seus diversos arquivos. Estes "administradores" poderiam criar futuros "administradores". Desta maneira o planeta não correria o risco de virar o "cortiço" em que se transformou. Acontece que alguns seres (que doravante chamaremos de seres "em queda") ficaram de olho neste planeta e nas suas aparentes riquezas, esquecendo que, como tudo no Universo, todo equilíbrio é sutil demais.

Estes seres acabaram por incutir no planeta a ganância espiritual e material que ainda hoje percorre suas mentes e veias. E todos aqueles que viveram neste planeta naqueles tempos tão antigos se tornaram vítimas: perderam o contato com a Terra, o contato com seu Eu Maior, se tornaram seres cada vez mais densos e prisioneiros de suas próprias paixões e deram origem a um bando de seres geneticamente modificados que hoje conhecemos como humanos.

Os humanos são, na verdade, uma mistura da carga genética destes seres "em queda" com a de seres que originalmente já existiam aqui no planeta como frutos da evolução natural que transcorria normalmente naquela época. Seus cientistas há muito desconfiam que algo desta natureza tenha acontecido, pois não conseguem entender a estranha aceleração evolutiva que transcorreu neste planeta, pois para eles, em escala normal, vocês não deveriam estar no nível em que se encontram.
Mas, como nada no Universo acontece por acaso, o jeito foi ver o que aconteceria após esta série de manipulações genéticas. Acontece que ao mesmo tempo já se sabia que uma grande onda de energia envolveria um grupo de galáxias ao qual a Via-Láctea pertence. Esta onda de energia percorreria cada corpo celeste desta área do Universo gerando um salto qualitativo de evolução matricial. Haveria uma expansão de consciência de grandes proporções para todos os seres que viviam naquela área. Segundo sua contagem de tempo atual ela estaria para ocorrer coincidentemente durante a atual passagem do seu sistema solar pelo Cinturão de Fótons.
E como ficaria aquela "aberração genética" recentemente criada no planeta Terra?

É preciso compreender que os humanos eram um bando de seres que continham um material genético de altíssimo nível e que não poderia ser descartado, uma vez que seu descarte apagaria informações muito antigas sobre muitas gerações de consciências, algumas delas originadas nos primórdios da Criação.

Inicialmente, foi necessário que um grupo de seres descessem ao seu planeta para educá-los, pois os seres humanos eram como sacos de seda vazios ou potes de ouro sem conteúdo. Pensem nisto: da noite para o dia uma lagarta virou um tigre! Como fazer com que a lagarta lentamente se adaptasse à sua nova realidade? Educando! Grandes seres de várias partes do Universo fizeram um "mutirão". Este "mutirão" ensinaria em tempo recorde, mas com cuidado, tudo o que pudesse ser útil para que aqueles seres estivessem melhor preparados para o salto quântico que se aproximava. Por que tanta preocupação? Simples, originalmente estes seres não continham a carga genética herdada de sua fusão com os seres "em queda" e, portanto, dentro do seu nível evolutivo natural estavam prontos para o que viria, mas com a nova carga genética eles adquiriram uma nova freqüência energética que se não fosse corretamente trabalhada..."fritaria" quando fosse atingida pela onda evolutiva. Um curto-circuito destruiria toda a matriz genética daqueles seres.
E assim, durante um bom tempo, os seres humanos foram introduzidos num novo patamar de evolução.

Um dia um bando de seres que fazia parte deste "mutirão" resolveu que seria melhor se pudessem encarnar nos corpos de alguns daqueles humanos, pois achavam que isto facilitaria o aprendizado. E assim foi feito! O problema é que estes seres se tornaram apegados ao tipo de vida que passaram a ter em corpos humanos. E foi aí que surgiu a reencarnação. Até ali os seres humanos eram educados para chegar a um nível de maestria que lhes permitiria ultrapassar a terceira dimensão e ir lentamente acessando as demais, mas sem o processo de morte que hoje vocês conhecem e temem. Com a reencarnação criou-se uma roda infinita de morte e vida, da qual se tornaram prisioneiros aqueles encarnados nos humanos e os próprios humanos. A estes seres que encarnaram nos humanos vamos dar o nome de Lúcifer!

Os seres chamados de Lúcifer acabaram por misturar suas cargas genéticas com as dos demais humanos (inicialmente Lúcifer só poderia casar com Lúcifer e gerar Lúcifer! Pode parecer engraçado, mas era o que acontecia! Quando um Lúcifer nascia numa família humana normal logo era entregue aos cuidados dos seres que faziam parte do "mutirão" para que fossem educados corretamente para, em seguida, serem reintroduzidos no meio humano como conselheiros, feiticeiros, xamãs, mestres e afins) e com isto a matriz humana foi dando cada vez mais saltos, exigindo um preparo espiritual cada vez maior dos humanos.

Os Lúcifer originais foram lentamente desaparecendo e em seu lugar nasceram híbridos: meio humanos, meio Lúcifer. Esta fusão evolutiva forçou uma decisão por parte dos seres que faziam parte do "mutirão": era preciso resgatar os Lúcifer que estavam presos na roda e ao mesmo tempo continuar a educação dos humanos e isto só seria possível se uma parte deles também encarnasse e tentasse encontrar uma "vacina" para limpar toda aquela bagunça!

Os seres que aceitaram esta missão sabiam que perderiam muitos dos seus poderes e teriam que se sujeitar ao novo tipo de vida que levariam doravante. Eles iriam tatear feito cegos até encontrarem as chaves que libertariam a todos daquela experiência. E assim passaram-se as eras e muitos humanos ascenderam, alguns Lúcifer foram liberados, e os demais seres continuaram suas encarnações, esquecendo quem eram e o que estavam fazendo.

A memória de toda esta aventura se perdeu com o tempo. Distorções nasceram ao longo deste tempo, os humanos se tornaram cada vez mais sábios e mais conscientes, mas totalmente inconscientes de suas origens.

Hoje em dia há extraterrestres "puros", extraterrestres/humanos híbridos e humanos "puros" encarnados entre vocês. Esta mistura resultou numa explosiva aventura no seu planeta e que agora atinge o seu auge nestes tempos em que a Terra entra e sai repetidamente do Cinturão de Fótons.
Na medida em que o planeta entra e sai do Cinturão a energia se tornará cada vez menos densa com a conseqüente ascensão espiritual dos humanos (a chamada Consciência Crística se torna o seu novo estado de ser), o fim dos híbridos e facilitação de atuação dos extraterrestres "puros".
É bom saber que nós, que não somos humanos, não somos melhores e nem piores do que vocês! Somos apenas parte do mesmo Universo! Somos consciências assim como vocês o são, apenas estamos mais "conscientes" daquilo que somos. Nós nos sentimos como pais, pois aprendemos e ensinamos muito a vocês. Tenham certeza que nossa dedicação a vocês nunca foi menor, pois era nosso compromisso desde o início redimir nosso próprio erro! Sim, somos parte de tudo o que ocorreu com vocês e não "arredaremos" os nossos "etéricos" pés daqui até que nosso erro tenha sido corrigido.

Cada um de nós cometeu um erro em um momento, tudo isto fruto de nossa ingênua pretensão de sermos maiores do que a Criação. Em alguns momentos nos tornamos deuses e nos tornamos mesmo O Deus. Nós criamos falsas impressões para vocês, deixamos que nos olhassem como seus salvadores, semeamos a guerra, a discórdia, implantamos sistemas de vida os mais estapafúrdios e vocês nos agüentaram o quanto puderam, mas um dia sofremos nosso próprio revés quando vimos que vocês haviam perdido o contato consigo mesmos, que vocês se tornaram seres embotados, refugiados em religiões que misturavam o pouco que ainda se lembravam confundindo-os mais ainda. Com medo das suas reações, nós criamos sistemas perversos que os fizeram esquecer o pouco que ainda guardavam, criamos livros sagrados onde estórias verdadeiras se misturavam em meio a outras falsas, fizemos com que acreditassem que eram os únicos no Universo, os últimos.
Aqueles de nós que discordaram deste sistema de vida tentaram de todas as maneiras alertá-los: músicos fantásticos, curadores maravilhosos, artistas impressionantes e muitos outros seres de destaque resolveram encarnar para ajudá-los.
E agora alguns de nós, extraterrestres, estamos ainda encarnados, alguns de nós nem têm consciência de suas verdadeiras origens, mas todos estão empenhados em ajudá-los neste momento.
Nós sabemos que, ao lerem o texto acima, sua desconfiança sobre nós será muito grande, mas preferimos assim, pois como já dissemos, nós também aprendemos e muito com vocês. Não somos mais mestres e discípulos, somos apenas companheiros de viagens aguardando o próximo passo.
Como foi dito mais acima, para que vocês soubessem se teriam que se apressar para atingir algum nível espiritual até 2012 foi necessário que déssemos uma volta.

Canalizado por Marco Antonio H. de Menezes

Algumas pessoas podem estar frustradas porque pensam que não estão recebendo informação de seu espírito guia...


Viagem astral: O Elo entre o Físico e o Espiritual
Mensagem de Geremyia canalizada por Ann Brewer

... Algumas pessoas podem estar frustradas porque pensam que não estão recebendo informação de seu espírito guia ou pensam que não sabem como contatar os seres não-físicos. Estas pessoas serão surpreendidas agradavelmente ao saber deste contato noturno! Alguma vez você despertou e tentou abrir seus olhos ou mover seus braços e pernas mas estava impossibilitado do movimento? Esta é uma situação na qual seu corpo físico despertou antes do retorno de seu corpo astral. Ou, então, alguma vez você teve sonhos onde você sobrevoava o quarto ou pairava em cima de seu corpo dormindo? Este é de fato seu corpo astral dando um alegre passeio antes de retornar ao seu campo físico. Existem sete planos astrais positivos e sete negativos associados com Terra.
Os planos astrais que você visita dependem principalmente do estágio de sua alma e seu progresso com seus ensinos espirituais. Por exemplo, as almas que existiram em sociedades "lightworker" da quinta dimensão como Plêiades ou Arcturus antes de reencarnarem na Terra podem visitar este plano astral, enquanto que almas "mais jovens" que se originaram no plano da Terra e não experimentaram outras dimensões, têm restrições para visitar alguns planos superiores.
Semelhante ao nosso sistema de educação, há uma tentativa para se agrupar essas almas como uma experiência para acelerar a aprendizagem. Aqueles que escolheram a energia escura, como a fonte de poder, podem visitar um dos planos astrais negativos desde que estes sejam os ensinos que lhes interessem. Porém, não existe uma regra definida, "trabalhadores da luz" não vão automaticamente para planos positivos enquanto os seres escuros não visitam necessariamente regiões negativas. Há muitas exceções. Se você teve alguma vez em uma vida passada uma relação íntima com um ser positivo em que foi apanhado em um plano astral negativo devido a algumas escolhas infelizes...você não está atento a sua relação passada em um nível consciente, mas sua alma retém na memória esta relação. Sua alma é atormentada pelo pensamento de um ser amado apanhado por seres escuros. Neste caso, seu astral viaja cada noite para o plano negativo para tentar salvar o ser amado.
Naturalmente, a viagem astral a um plano negativo não é defendida por que o faz vulnerável. Embora você possa levar proteção adequada quando visita o plano negativo, mesmo assim você pode não suportar. Mais ainda, você está batalhando com entidades negativas quando desce ao plano astral negativo, logicamente isto não é uma experiência agradável. Trabalhadores da luz que viajam para planos astrais negativos podem experimentar periodicamente pesadelos que estão tentando refletir suas experiência, ou eles poderiam despertar exaustos depois de dormir tranqüilamente uma noite inteira.
O corpo astral é a chave do seu crescimento espiritual devido a ponte que se constrói entre sua existência na Terra e seu trabalho no mundo não-físico. Freqüentemente, você avalia os outros por aspectos de sua existência diária e julga alguém por sua existência aparentemente inócua que parecem estar conduzindo. Porém, você não tem nenhum conceito do tipo de trabalho que eles estão fazendo no plano astral:
.  Você não tem nenhuma idéia do que a alma contrai, o que eles realmente fizeram em termos do suposto papel que realizam durante o corrente tempo de vida. 
.  Você não tem nenhuma visão de onde eles vieram, de que obstáculos eles criaram para melhorar seu propósito e aumentar sua experiência, ou onde eles vão. 
Entenda que todo o mundo está aprendendo no nível da alma, embora isto pareça não estar sendo integrado em sua existência terrestre. Julgar o progresso dos outros, não aceitar suas tentativas de evolução, só serve para criar blocos em sua própria evolução. Na transição deste plano ao término de sua vida física, você de fato extrai o seu corpo astral do seu corpo físico. Essencialmente, o corpo astral age como o vínculo conectando de vida para vida. Embora a maioria se refira a esta energia como a alma.
Entre reencarnações, você freqüenta uma escola astral em um dos sete planos positivos, revisa experiências passadas e aprende os ensinamentos de várias escolas de "mistério" e sociedades de alma. Aqueles que viveram experiências próximo-da-morte (near-death experiences - NDE) e se viram caminhando através da luz, de fato estavam movendo em seu corpo astral. Quando contudo determinam que não era hora para passar ao outro lado, eles dirigiram seu corpo astral de volta ao corpo físico. Desde que nós mantemos o nosso corpo astral depois de deixar o corpo (campo) físico, é até mesmo mais crítico curar algum dano que poderia residir neste corpo para manter completa sua capacidade enérgica. Alguns de vocês desenvolveram dano em seu corpo astral devido a vidas passadas que não sustentaram a integração de suas aprendizagens do espiritual para físico. Estes bloqueios impedem sua habilidade para transferir facilmente suas experiências noturnas em todos os seus dias de vida.
Se você sente separado da energia do Criador ou freqüentemente se sente frustrado ou bravo porque parece que você não pode aplicar sua perspectiva espiritual para sua existência diária, você pode ter algum dano espiritual e deve realizar exercícios de cura espiritual, como o que se segue:
.  Para curar o dano, deite (fique) em um banho ou flutue em uma piscina. Conscientemente extraia seu corpo astral de seu campo de energia e mergulhe mentalmente em uma suave luz azul. Quando você pode imaginar seu corpo astral incandescente com a luz azul, deixe-o flutuar na água com você até que sinta flutuante e saudável. Este é um exercício simples que lhe permite "reintegrar" a energia dos reinos espirituais mais altos ao seu corpo sutil, através da fusão dos seus campos vibracionais com os campos de vibração da água.

sexta-feira, 30 de dezembro de 2011

“Consumir prejudica gravemente sua saúde!"



Esther Vivas

“A mulher, desesperada em obter as melhores ofertas na loja Wal-Mart, jogou spray de pimenta nas pessoas que esperavam, com a intenção de afastá-las da mercadoria que ela queria”. Essa poderia ser uma cena de um filme de Pedro Almodóvar, se não fizesse parte da realidade, e tal relato foi publicado no jornal Los Angeles Times, edição de 25/11/2011.

Diante disso, poderíamos sugerir que na frente de grandes centros comerciais, e mais ainda nas épocas de descontos, fossem colocados grandes painéis advertindo “consumir prejudica gravemente sua saúde”, no mais puro estilo das autoridades sanitárias, pois o consumismo irracional, supérfluo e desnecessário, promovido pelo sistema capitalista, não somente pode afetar de maneira inesperada e contundente nossa saúde via “ataque de spray pimenta”, mas, sobretudo, pode afetar a “saúde” do planeta.

Um exemplo: se todo mundo consumisse como um estadunidense médio consome seriam necessários 5 planetas Terra para atender à nossa voracidade. Porém, o planeta Terra é só um… Nos acostumamos a viver sem levar em consideração que habitamos um mundo finito e o capitalismo encarregou-se muito bem disso. Progresso é associado a sociedade de consumo; porém, teríamos que perguntar: progresso para quê e para quem e à custa do que e de quem.

Os cantos de sereia da modernidade nos dizem que consumir nos tornará mais felizes; porém, tal felicidade nunca chega por mais que compremos. “Afoga tuas penas com uma boa compra” parece o slogan do capitalismo de hoje; porém, nossa insatisfação nunca é satisfeita. A felicidade não chega por conta do talão de cheques.

Nos dizem que compremos óculos Channel, um ursinho Tous ou calças compridas Mango para sentir-nos Claudia Schiffer, Jennifer López ou Gerard Piqué. A época de vender um produto passou para a história. Agora, como ensinam as boas escolas de marketing, nos vendem o famoso de turno junto à promessa de “saúde, dinheiro, amor”. E nós, encantados, pagamos o preço de nossos sonhos.

Nos vendem o anedótico como imprescindível e o banal como necessário e criam em nós uma serie de necessidades artificiais. Trocar o guarda-roupa a cada temporada, um automóvel de última geração, uma televisão de plasma etc. etc. Com o monte de resíduos tecnológicos, de vestir, eletrônicos… que descartamos e que passam a engrossar as pilhas de lixo nos países do Sul, contaminando as águas, a terra, e ameaçando a saúde de suas comunidades.

Ou o sistema contra-ataca com sua obsolescência programada…, planejando a data de caducidade de tudo aquilo que compramos para que ao cabo de um tempo X se estrague e tenhas que adquirir um novo. Para que uma lâmpada que nunca se apaga, umas meias sem fio puxado ou uma máquina que não funciona? Mal negócio. Aqui, só ganha quem vende.

Talvez seja hora de propormos que podemos “viver melhor com menos”. E ser conscientes de como nos querem tornar cúmplices de um sistema que nos impuseram e que somente beneficia aos mesmos de sempre. Nos dizem que existe sociedade de consumo porque queremos consumir; porém, além de nossa responsabilidade individual, que eu saiba, ninguém escolheu essa sociedade onde temos que viver, ou pelo menos ninguém me perguntou se estou de acordo. Desde que nascemos até a terceira idade nos bombardeiam com o “comprar, comprar, comprar”. Agora nos dizem que sairemos dessa crise “consumindo”. Eu me pergunto se “consumindo” ou “consumindo-nos”.

*Esther Vivas é autora “Del campo al plato” (Icaria ed., 2009) e de “Supermercados, no gracias, Icaria ed., 2007.

Será que suas descobertas genéticas já não foram suficientes para provar que vocês são idênticos independente das culturas a que pertençam?


Olá, seres da Terra!!!!!

Seu lar é magnífico e isto nos deixa intrigados com uma série de coisas! Uma delas é: por qual motivo vocês ainda preferem destruir este planeta em lugar de admirá-lo e cuidar dele como se cuida do jardim de uma casa? Vocês são preenchidos por alma e, no entanto, parece que perderam a sensibilidade.
Suas músicas são bonitas, embora hajam aquelas ditas esquisitas, mas ainda assim são bonitas. Vocês pintam quadros muito representativos e se relacionam com a arte com muita facilidade. O que os faz ser tão insensíveis a ponto de se gerar países onde a miséria mata seus habitantes? O que os faz declarar guerra e matar seus irmãos? Quem disse a vocês que uma religião ou língua ou cor ou sexualidade ou seja lá o que for que se diferencie de vocês é motivo mais do que certo para desencadear uma briga ou guerra?
Será que suas descobertas genéticas já não foram suficientes para provar que vocês são idênticos independente das culturas a que pertençam? As diferenças são tão ínfimas que desencorajam qualquer argumento, mas vocês insistem na discórdia!
Se não fosse esta questão genética tão certa, ainda assim há um outro motivo básico para que se respeitem: O Criador! Ele está presente em cada um de nós, sejamos vivos ou mortos!
Quem são vocês para se matarem em nome de um Deus que mal vocês sabem quem é? Quem são vocês para se acharem donos de tanta verdade? Acaso esqueceram que no fundo todos nós somos originários da mesma massa universal? Acaso vocês esqueceram que a mesma força que anima seus corpos é aquela que se entranha dentro de uma rocha ou no oceano? Como podem invocar uma força tão poderosa para justificarem seus desmandos e suas insanidades?
Pensem em seus artistas! Olhem suas obras, saciem-se nelas e percebam o que eles desejam mostrar a vocês por meio delas. Não valorizem o custo da obra, mas a mensagem que está sendo transmitida através dela. Busquem seus artistas onde estiverem e quanto mais ligados eles estiverem às raízes de sua cultura mais farta será a mensagem, o que não invalida a obra daqueles que falam usando a linguagem de outros povos que não os deles.
Construam um mundo melhor falando a linguagem de sua cultura sem se deixar contaminar pela xenofobia. Apenas aprendam os verdadeiros significados da cultura local e mostrem para as demais culturas e troquem informações e hoje isto é muito mais simples. Em lugar de ouvir, ler e ver apenas o que pedem para que seja consumido, busquem ali ao seu lado o que ocorre. A afirmação de suas culturas torna as pessoas mais ricas e prontas para trocarem informações com outras culturas. Só uma estrutura doentia como a que permitiram que fosse montada é que cria a noção de xenofobia e segregação. A cultura da humanidade deve estar acima de suas disputas egocêntricas e por isto deve-se fortalecer para aos poucos dissolver esta noção doentia de que só a separação é que vale algo neste mundo.
Todo ser humano é um artista nato! Ele sabe exatamente a obra que irá compor ao longo da vida. Este é seu destino: compor com sua vida uma sinfonia ou uma ópera ou um balé! Quanto mais brilhante for a obra, mais perto o artista está de expressar sua verdadeira intenção artística.
Agora, fica a pergunta: a obra que se está criando na vida de cada um de vocês é realmente uma expressão de suas verdadeiras intenções?
Por que será que tantos líderes religiosos e outros tantos seres iluminados que estiveram andando sobre a Terra sempre disseram que a paz começa dentro de seus corações?
Olhem ao seu redor! Desfrutem da beleza que ainda existe e persiste em seu planeta. Percebam como todos os seres se acomodam perfeitamente em seus diversos ambientes. Não há nada de surpreendente nisto. Cada ser sabe sua função e não se esquiva dela. E vocês? Se esquivam ou persistem no caminho original?
Que tal voltar para a obra de arte original? `As vezes só falta um retoque e ela já se apresentará perfeita!
Estejam em paz!!!!


Marco Antonio

Uma série de eventos são desencadeados no momento em que uma oração é proferida.



SOLARES

Além de toda imensidão do espaço há algo muito mais vasto que é o Criador. Não podemos aquilatar a verdadeira dimensão daquele que chamamos de Criador. Embora O louvemos com palavras muito honrosas, nós sabemos que Ele é um ser multifacetado e que nós todos, sem exceção, somos sua réplica em alma. Nossas energias se difundem por todo o seu jardim a que chamamos de Criação. Um jardim recheado das mais belas e exóticas plantas, animais, e minerais além de seres de outros reinos.
Expressar nossa reverência escrevendo seu nome em maiúsculo é algo digno, mas não podemos olhar o Criador como um ser simplesmente superior. Ele é um ser que contém a todos nós, mas ao mesmo tempo é um ser presente em todos nós. Ele é igual a nós e aprende com nossas experiências, tal e qual uma criança aprende com a exploração do seu mundo a reagir e a agir. A inteligência da criança atinge seu nível máximo quando ela explora tudo ao seu redor e aprende a diferenciar as diversas coisas que a cercam, mesmo que não saiba ainda qualificá-la com as palavras.
Em lugar de olharmos para o Criador com olhos simplesmente tementes ou mesmo num olhar que olha de baixo para cima, devemos nos alegrar em senti-Lo em nosso corpo seja ele denso ou mesmo sutil.
Aqui neste texto estamos usando vez por outra o maiúsculo ao se referir ao Criador apenas para fins de reconhecimento de sua mente humana de terceira dimensão. Mas Ele nem precisa disto. Está infiltrado em toda a Criação e por isto não se faz necessário um arauto para anunciá-Lo aos quatro ventos. É muito comum pessoas se esgoelarem para falar com o Criador. Não é necessário, pois uma vez que ele permeia toda a Criação e é tão íntimo de nossa vida torna-se desnecessário o uso do grito. O Criador é benévolo com todos e atende a todos. Mas, aqui não vai nenhuma crítica para a sua maneira de reverenciar o Criador e sim uma lembrança. O importante não é se você invoca o Criador com voz alta ou baixa, ou no banheiro ou em um templo, o importante é a intenção com que faz isto e a fé que carrega durante este processo.
Talvez você já tenha ouvido falar que mais vale uma oração feita de coração do que várias repetidas sem qualquer emoção ou sentimento.
Suas preces de fato serão atendidas com rapidez na medida em que seu coração participa delas, pois o Amor é o ponto de união de toda a Criação. Este amor é o amor que você emana da sua invocação unido ao amor pelo Criador e/ou ao amor que envias a uma pessoa por quem se ora (mesmo que seja por você mesmo!). O fato de orar faz de você um canal das vibrações superiores. Elas não são superiores porque estão acima de você, elas são superiores apenas porque estão em um nível mais sutil do seu próprio campo e do próprio campo da Criação.
A maneira como o Criador responderá a cada invocação sua dependerá do momento criativo que se apresenta. A velocidade também variará, mas em acordo com uma série de fatores. Com certeza tão logo a oração seja proferida com a força do coração, ela chegará aonde se deseja e logo se transformará numa bênção que chegará a você das mais diversas formas e no momento mais adequado.
Uma série de eventos são desencadeados no momento em que uma oração é proferida por alguém. Imagine a complexa rede que se forma ao redor do planeta por conta das várias orações proferidas por milhares de pessoas. Isto cria novas energias e novas possibilidades e novas interligações. Novas portas são abertas! Imagine que, de repente, duas pessoas estão pedindo, através de orações feitas em pontos diferentes do planeta, por algo similar. Agora, imagine que o pedido de uma pessoa é a resposta para o pedido da outra. Logicamente isto criará uma união inesperada na vida de ambas que se concretizará na forma de um contato qualquer entre as duas. Fica fácil imaginar o quão complexa é esta rede de orações!
A oração é um alimento para as almas, pois é como que se abrisse um facho de luz em meio à escuridão em que se encontram uma série de almas. É uma maneira de se reencaminhar almas que vagam perdidas pelo espaço sutil. Quanto mais fachos de luz se cria, mais facilidade os curadores terão para reencaminhar os seres para a Luz. Mais leve se torna o trabalho das hostes de seres sutis que agem incessantemente por todo o Universo com o intuito de ajudar os seres que se encontram perdidos, incapazes de perceber que seu tempo na Terra se esgotou há muito ou mesmo incapazes de se desgrudarem do mundo denso mesmo sabendo que já não fazem mais parte dele.
O Universo agradece a quem ora com o coração!

Marco Antonio

...Só queríamos que vocês se lembrassem do quanto que são importantes para este planeta cada ser, cada vida.


Olá, humanos!!!

Aqui estamos nós, os animais, vegetais e demais seres nos sacrificando em prol do seu despertar.
O óleo vaza ali adiante no seu planeta, nós morremos e vocês choram. Seria fácil se fosse só isto. Seria devastador para a vida se fosse só isto. Só queríamos que vocês se lembrassem do quanto que são importantes para este planeta cada ser, cada vida. Já perceberam quanto tempo gastam para discutir sobre quem deve ser atacado, quem deve morrer, quem deve ser preso, quem deve ser punido?
Quanto, deste precioso tempo, é dedicado a fazer algo de bom por vocês e pelos demais seres deste planeta? Quanto tempo vocês gastam fabricando armamentos, criando doenças em laboratórios, produzindo alimentos inócuos? Quanto vale uma vida em vão? Qual a vantagem de clonar um ser num mundo tão insensível quanto este que vocês criaram? É para ter um espelho que chora suas mazelas? Ou será que é para poderem ter presentes diante de vocês as lembranças das brutalidades que dia após dia vocês têm praticado a si mesmos?
Um sanduíche fabricado no laboratório mais próximo, que vocês chamam de "fast food" ou "junk food" (ao menos ainda há um senso de crítica presente em vocês!), é realmente mais saudável para vocês e para toda a natureza? Um carro do ano é realmente mais interessante para toda a vida no planeta? Não pensem, no entanto, que ter um carro, ou comer um sanduíche por aí é realmente letal para o planeta. O problema real não está aí, mas na mentalidade, na intenção que permeia a produção de cada coisa. Não há amor, há lucro! O lucro não é perverso, ele é inócuo, um placebo! Mas, suas mentes...quanta diferença!!!!
O valor total gerado pelos investimentos nas áreas agrícolas, farmacêuticas, de defesa, daria para criar um oásis neste planeta que está agonizando com seu desprezo. Não pensem que o planeta se intimida por isto! No dia que ele se cansar...ele se sacode todo e lá vamos nós começar outra centena de milhares de anos de evolução. O amor é que está faltando em cada decisão tomada neste planeta. O coração ainda pulsa em seus corpos, e ele é mais do que apenas uma referência anatômica, é a reprodução exata do que existe no Universo, onde o Amor deve sempre ocupar o meio de tudo, deve ser o ponto de convergência e de origem de tudo. Ele deve impulsionar a irrigação/irradiação de novos conceitos. Nenhum conceito neste Universo está desprovido de Amor, muito menos de Luz.
Que vocês estejam aqui, assim como todos os demais seres, para aprenderem e se desenvolverem, não há a menor dúvida! Mas, será que é necessário repisar tanto cada conceito, será que é preciso transformar tudo em algo tão finamente pulverizado a ponto de causar uma destruição de si mesmos? Será que a cada dia mais seres, inclusive humanos, precisam morrer em massa para que vocês alcancem algum entendimento maior sobre o que estão fazendo com suas vidas?
Será que vocês são tão insensíveis assim a ponto de não manifestarem nada além de um pesar ao ver milhares de seres morrendo no óleo derramado ali na Península Ibérica? Será que não percebem a inutilidade de se produzir navios ou outras tecnologias mais avançadas para o tráfego de petróleo se não houver consciência? E quando falamos de consciência, não queremos falar de consciência ecológica, pois ela é válida, mas muito pequena. Falamos de Consciência Espiritual.
Quantos seres precisarão usar vocês para canalizar sempre a mesma coisa: "vocês fazem parte do Universo", "não estão sós", "acordem"??
Um dia acertam o edifício, no outro derramam o óleo, no outro dizimam crianças e mulheres indefesas, no outro se matam por alimento escasso, no outro criam doenças absurdas que condenam seu prazer, no outro vigiam seus próprios passos, no outro matam a si mesmos num surto de paranóia e delinqüência E todos apenas choram ou ficam enfurecidos...e mais nada! Não sobrou um pingo de respeito dentro de suas células pelo que vocês são? Será que é mais fácil cuidar da doença do que preveni-la? Será que é mais fácil criar dias que lembram tragédias devastadoras e mostram estatísticas sombrias? Será que é mais fácil declarar guerra do que realmente evitá-la e cuidar de quem precisa de carinho?
Será que carinho, amor, compreensão, espiritualidade, são algumas das boas coisas que caíram nas más línguas daqueles que só vivem de se alimentar de suas dores e se outorgam poderes vitalícios passados de pais para filhos, de patente para patente? Acaso esqueceram a quem pertence este Universo? Esqueceram que vocês são zeladores de tudo em que pisam, em que tocam, que respiram, comem, chupam, bebem?
Será que seus ensinamentos religiosos não trouxeram um pouco de consideração pelo seu papel de mantenedores e co-criadores deste Universo?
Consciência Espiritual faria muito bem a cada um de vocês! Respeitar cada ser, cada energia, cada mínima partícula deste Universo é uma revolução sem tamanho! Mas, achamos que isto não seria bem aceito por suas autoridades, pois é possível que não consigam se sentir felizes ao ver vocês entendendo que são livres e que podem cuidar de si mesmos. Este é um conceito tecnológico muito rudimentar para suas mentes altamente sofisticadas!
Afinal...qual o bem que pode haver em pensar no Aqui e Agora? Ou em Amar? Ou em ser feliz com o que se é? Quem seria capaz de achar graça em viver em acordo com sua própria energia e não em acordo com os modismos? Qual a graça em produzir seu próprio alimento? Em andar um dia (ou dois ou todos) descalço pela terra?
Não fiquem melindrados!!!! Afinal, há várias centenas de anos vocês são continuamente bombardeados por conceitos que tentam impedir sua liberdade de viver! Mas acontece que o mesmo número de tempo vem sendo utilizado por vários seres humanos para mostrarem a vocês que nem tudo o que parece...é! Água mole em pedra dura... Vê l? Que é pouca água para tanta pedra... mas pelo menos ela está fazendo a sua parte!
Não fiquem apenas chorando por nós! Nós que nos sacrificamos, sejamos nós humanos ou não. Mudem seus sentimentos, seus conceitos internos. Olhem com maior compaixão o mundo onde vivem. Não é fácil, mas não é impossível! A Terra responde na mesma moeda com que pagam para viver aqui! Escolham a moeda com que desejam ver seus pedidos aceitos!
Este é o seu Lar!
E todos nós fazemos parte dele!

Marco Antonio

Um ataque de Pânico pode acontecer com qualquer pessoa.

EU TIVE UM ATAQUE DE PâNICO

André Astete

Desde que chegamos ao restaurante, senti que não estava bem. A respiração era desconfortável, precisava suspirar às vezes. Nos sentamos numa mesa ao fundo e logo nossos amigos chegaram, ocupando as cadeiras da saída. Comecei a sentir calor, bebi um pouco de água mineral, que graças a Deus (pensei na hora) tinha chegado rápido. Não melhorei. Disse ao meu marido: "Preciso sair um pouco!"; estava constrangida, tinha que fazer todos levantarem para que eu saísse, e, para piorar, minha amiga me disse:

"Você está bem? Está muito pálida!"
"Não estou nada bem, acho que vou desmaiar."

Disse isso e senti, inesquecível, que minha respiração tinha parado e meu coração disparou, cada vez mais. Não conseguia falar e todos se alarmaram. Meu marido me levou ao carro e acelerou para o hospital, que era logo ali, do outro lado da rodovia, mas pareceu muito distante. Chegamos ao pronto-socorro, meu marido disse que eu estava morrendo enquanto dava informações para a ficha de atendimento. Me levaram às pressas para a cardiologia, com muita falta de ar, as mãos formigando e paralisadas, o coração disparado, tinha dor no peito e tremia. O médico estava atendendo um senhor, que parecia mal, eu não queria mais ficar ali, onde estava meu marido? Quando o cardiologista me atendeu, já haviam medido minha pressão e me dado oxigênio. Ele perguntou "Quantos anos você tem?" e acho que nem consegui responder "28". Me examinou, retirou o oxigênio, e disse que estava tudo bem, pediu para que eu respirasse mais devagar. Me fizeram um eletrocardiograma ("só rotina" me disseram), meu marido, mais calmo, repetia o que o médico disse: "Respire mais devagar..." Quando me trouxeram um remédio eu já estava melhor, mas tomei mesmo assim. Era um calmante. "Seu coração é saudável, não há nenhum risco aparente." Disse o médico. Mas eu achei que ia morrer! Você teve um ataque de Pânico, é apenas ansiedade ... Me disse que era comum, que podia acontecer de novo ou não. Estava ainda nervosa quando saímos de lá, mas não passando mal, tive um pouco de vergonha, o médico me aconselhou consultar um psiquiatra. No caminho para casa, chorei um pouco ..."
A paciente do relato acima foi atendida por mim há alguns anos. Tinha sido seu primeiro ataque e concluímos que apresentava um quadro de depressão leve já antes da crise. Iniciou tratamento com medicação antidepressiva que, como expliquei, também prevenia as crises. Teve melhora em poucas semanas e parou o medicamento. Meses após, voltou a piorar e a ter crises, várias. Voltou ao tratamento e aceitou fazer treino de controle respiratório com nossa terapeuta de ansiedade. Hoje está bem, suspendeu o medicamento sob minha orientação após um ano, tem crises leves a cada 6 ou 8 meses que maneja com a técnica de controle respiratório, o que dispensa a ida ao hospital, e por enquanto dispensa também a volta do antidepressivo. Seu diagnóstico: Transtorno do Pânico em comorbidade com episódio depressivo (este último já remitido).

Um ataque de Pânico pode acontecer com qualquer pessoa. Os médicos reconhecem um ataque quando ocorrem os seguintes sintomas:
• Crise súbita de apreensão e intenso desconforto somático em pessoa sem causa orgânica reconhecível
• Falta de ar intensa
• Dor ou palpitação no peito ou garganta
• Tremor
• Formigamento ou amortecimento de partes do corpo, especialmente a face, as mãos e pés
• Sudorese
• Palidez
• Outros sintomas físicos sem causa reconhecível


Os sintomas podem incluir todos os itens acima ou apenas uma parte, mas precisam ter se instalado rapidamente (em crise), estar acompanhados de sinais de ansiedade (que o paciente muitas vezes não percebe) e não ter outra causa que explique sua ocorrência ou intensidade. Pessoas sadias tem ataques de pânico ocasionalmente, uma ou duas vezes na vida. Ainda pode ser o seu caso se foi o primeiro ataque e você não está acometido de depressão ou outro distúrbio ansioso. A maioria das pessoas que são atendidas em pronto-socorros, no entanto, fazem parte desse segundo grupo, especialmente os deprimidos. Quando a depressão ou outro distúrbio ansioso (ansiedade generalizada, fobia social, TOC e outros que não o pânico) são a causa dos ataques, as crises costumam ser espaçadas, a cada 15 ou 30 dias e frequentemente são facilitadas por alguma situação estressante. Se a depressão ou outro distúrbio ansioso não estão presentes, e as crises se repetem com freqüência, o diagnóstico é o transtorno do Pânico, um distúrbio ansioso onde as crises são muito mais freqüentes e mais espontâneas. Um paciente com pânico tende a ter crises no mínimo semanais, mais freqüentemente diárias ou a cada 2 a 3 dias.

O que devo fazer?

Se você teve um ataque de pânico recentemente deve em primeiro lugar não se desesperar: todas as causas de crises são tratáveis e preveníveis e ser orientado por um psiquiatra ou psicoterapeuta cognitivo-comportamental pode ajudar a escolher o melhor tratamento. No caso de primeiro ataque em pessoa saudável, muitas vezes não é necessário tomar nenhuma atitude após o atendimento de emergência, e quando necessário para tranqüilizar o paciente, orientamos o treinamento respiratório como forma de capacitar a pessoa a manejar as crises com menos desconforto. A maioria das crises duraria apenas alguns minutos e não chegaria a ser forte caso a pessoa soubesse reconhecer que é um ataque de pânico, e não a iminência da morte, e se esforçasse em não ficar focado nos sintomas e sim em tentar respirar corretamente e relaxar o corpo. Para crises muito esparsas é o suficiente. Nos outros casos um psiquiatra ou clínico experiente em pânico devem orientar o tratamento. Para o transtorno do Pânico, uma vez que as crises são muito freqüentes, usamos com sucesso antidepressivos de ação serotonérgica pura ou combinada com ação noradrenérgica, em doses muitas vezes baixas, o que leva as crises ao espaçamento progressivo e diminuição da intensidade (cada vez menos sintomas) até que ocorra o bloqueio completo, em 45 ou 60 dias. Alguns pacientes podem usar também ansiolíticos (calmantes) para abrandar crises mais rapidamente. O treino respiratório também é realizado nesses casos, onde participa o terapeuta cognitivo-comportamental. Alguns pacientes, depois de várias crises, desenvolvem agorafobia, e esta complicação é tratada com psicoterapia cognitivo-comportamental estruturada. Caso haja depressão associada ou outro distúrbio ansioso, o psiquiatra irá adequar a escolha do tratamento à presença desse diagnóstico e à prevenção dos ataques, o mesmo acontecendo com a psicoterapia. Em todo caso, é necessário começar com um bom diagnóstico, o que torna necessário uma consulta ao especialista. Abaixo descrevemos a técnica do controle respiratório. É bastante simples mas precisa ser treinada para um bom desempenho, e em caso de dificuldade, a orientação de terapeuta cognitivo-comportamental no treinamento resolverá a maioria dos obstáculos ou erros de técnica.

Relaxamento respiratório:
1. Assuma uma postura relaxada.
2. Comece a diminuir a freqüência da respiração e a profundidade, não respire mais que doze vezes por minuto.
3. Não encha o peito, procure respirar provocando apenas o movimento abdominal, interrompendo a inspiração ao menor sinal de expansão do tórax.
4. Deixe de prestar atenção nas outras sensações corporais, concentre-se na respiração.
5. Com a respiração sob controle, procure relaxar a musculatura.
6. Volte à seqüência desde o início (postura, controle respiratório, desvio da atenção dos sintomas e relaxamento muscular) e a repita até voltar a se sentir bem.


Desde que chegamos ao restaurante, senti que não estava bem. A respiração era desconfortável, precisava suspirar às vezes. Nos sentamos numa mesa ao fundo e logo nossos amigos chegaram, ocupando as cadeiras da saída. Comecei a sentir calor, bebi um pouco de água mineral, que graças a Deus (pensei na hora) tinha chegado rápido. Não melhorei. Disse ao meu marido: "Preciso sair um pouco!"; estava constrangida, tinha que fazer todos levantarem para que eu saísse, e, para piorar, minha amiga me disse:

"Você está bem? Está muito pálida!"
"Não estou nada bem, acho que vou desmaiar."

Disse isso e senti, inesquecível, que minha respiração tinha parado e meu coração disparou, cada vez mais. Não conseguia falar e todos se alarmaram. Meu marido me levou ao carro e acelerou para o hospital, que era logo ali, do outro lado da rodovia, mas pareceu muito distante. Chegamos ao pronto-socorro, meu marido disse que eu estava morrendo enquanto dava informações para a ficha de atendimento. Me levaram às pressas para a cardiologia, com muita falta de ar, as mãos formigando e paralisadas, o coração disparado, tinha dor no peito e tremia. O médico estava atendendo um senhor, que parecia mal, eu não queria mais ficar ali, onde estava meu marido? Quando o cardiologista me atendeu, já haviam medido minha pressão e me dado oxigênio. Ele perguntou "Quantos anos você tem?" e acho que nem consegui responder "28". Me examinou, retirou o oxigênio, e disse que estava tudo bem, pediu para que eu respirasse mais devagar. Me fizeram um eletrocardiograma ("só rotina" me disseram), meu marido, mais calmo, repetia o que o médico disse: "Respire mais devagar..." Quando me trouxeram um remédio eu já estava melhor, mas tomei mesmo assim. Era um calmante. "Seu coração é saudável, não há nenhum risco aparente." Disse o médico. Mas eu achei que ia morrer! Você teve um ataque de Pânico, é apenas ansiedade ... Me disse que era comum, que podia acontecer de novo ou não. Estava ainda nervosa quando saímos de lá, mas não passando mal, tive um pouco de vergonha, o médico me aconselhou consultar um psiquiatra. No caminho para casa, chorei um pouco ..."
A paciente do relato acima foi atendida por mim há alguns anos. Tinha sido seu primeiro ataque e concluímos que apresentava um quadro de depressão leve já antes da crise. Iniciou tratamento com medicação antidepressiva que, como expliquei, também prevenia as crises. Teve melhora em poucas semanas e parou o medicamento. Meses após, voltou a piorar e a ter crises, várias. Voltou ao tratamento e aceitou fazer treino de controle respiratório com nossa terapeuta de ansiedade. Hoje está bem, suspendeu o medicamento sob minha orientação após um ano, tem crises leves a cada 6 ou 8 meses que maneja com a técnica de controle respiratório, o que dispensa a ida ao hospital, e por enquanto dispensa também a volta do antidepressivo. Seu diagnóstico: Transtorno do Pânico em comorbidade com episódio depressivo (este último já remitido).

Ter um ataque de Pânico pode acontecer com qualquer pessoa. Os médicos reconhecem um ataque quando ocorrem os seguintes sintomas:
• Crise súbita de apreensão e intenso desconforto somático em pessoa sem causa orgânica reconhecível
• Falta de ar intensa
• Dor ou palpitação no peito ou garganta
• Tremor
• Formigamento ou amortecimento de partes do corpo, especialmente a face, as mãos e pés
• Sudorese
• Palidez
• Outros sintomas físicos sem causa reconhecível


Os sintomas podem incluir todos os itens acima ou apenas uma parte, mas precisam ter se instalado rapidamente (em crise), estar acompanhados de sinais de ansiedade (que o paciente muitas vezes não percebe) e não ter outra causa que explique sua ocorrência ou intensidade. Pessoas sadias tem ataques de pânico ocasionalmente, uma ou duas vezes na vida. Ainda pode ser o seu caso se foi o primeiro ataque e você não está acometido de depressão ou outro distúrbio ansioso. A maioria das pessoas que são atendidas em pronto-socorros, no entanto, fazem parte desse segundo grupo, especialmente os deprimidos. Quando a depressão ou outro distúrbio ansioso (ansiedade generalizada, fobia social, TOC e outros que não o pânico) são a causa dos ataques, as crises costumam ser espaçadas, a cada 15 ou 30 dias e frequentemente são facilitadas por alguma situação estressante. Se a depressão ou outro distúrbio ansioso não estão presentes, e as crises se repetem com freqüência, o diagnóstico é o transtorno do Pânico, um distúrbio ansioso onde as crises são muito mais freqüentes e mais espontâneas. Um paciente com pânico tende a ter crises no mínimo semanais, mais freqüentemente diárias ou a cada 2 a 3 dias.

O que devo fazer?

Se você teve um ataque de pânico recentemente deve em primeiro lugar não se desesperar: todas as causas de crises são tratáveis e preveníveis e ser orientado por um psiquiatra ou psicoterapeuta cognitivo-comportamental pode ajudar a escolher o melhor tratamento. No caso de primeiro ataque em pessoa saudável, muitas vezes não é necessário tomar nenhuma atitude após o atendimento de emergência, e quando necessário para tranqüilizar o paciente, orientamos o treinamento respiratório como forma de capacitar a pessoa a manejar as crises com menos desconforto. A maioria das crises duraria apenas alguns minutos e não chegaria a ser forte caso a pessoa soubesse reconhecer que é um ataque de pânico, e não a iminência da morte, e se esforçasse em não ficar focado nos sintomas e sim em tentar respirar corretamente e relaxar o corpo. Para crises muito esparsas é o suficiente. Nos outros casos um psiquiatra ou clínico experiente em pânico devem orientar o tratamento. Para o transtorno do Pânico, uma vez que as crises são muito freqüentes, usamos com sucesso antidepressivos de ação serotonérgica pura ou combinada com ação noradrenérgica, em doses muitas vezes baixas, o que leva as crises ao espaçamento progressivo e diminuição da intensidade (cada vez menos sintomas) até que ocorra o bloqueio completo, em 45 ou 60 dias. Alguns pacientes podem usar também ansiolíticos (calmantes) para abrandar crises mais rapidamente. O treino respiratório também é realizado nesses casos, onde participa o terapeuta cognitivo-comportamental. Alguns pacientes, depois de várias crises, desenvolvem agorafobia, e esta complicação é tratada com psicoterapia cognitivo-comportamental estruturada. Caso haja depressão associada ou outro distúrbio ansioso, o psiquiatra irá adequar a escolha do tratamento à presença desse diagnóstico e à prevenção dos ataques, o mesmo acontecendo com a psicoterapia. Em todo caso, é necessário começar com um bom diagnóstico, o que torna necessário uma consulta ao especialista. Abaixo descrevemos a técnica do controle respiratório. É bastante simples mas precisa ser treinada para um bom desempenho, e em caso de dificuldade, a orientação de terapeuta cognitivo-comportamental no treinamento resolverá a maioria dos obstáculos ou erros de técnica.

Relaxamento respiratório:
1. Assuma uma postura relaxada.
2. Comece a diminuir a freqüência da respiração e a profundidade, não respire mais que doze vezes por minuto.
3. Não encha o peito, procure respirar provocando apenas o movimento abdominal, interrompendo a inspiração ao menor sinal de expansão do tórax.
4. Deixe de prestar atenção nas outras sensações corporais, concentre-se na respiração.
5. Com a respiração sob controle, procure relaxar a musculatura.
6. Volte à seqüência desde o início (postura, controle respiratório, desvio da atenção dos sintomas e relaxamento muscular) e a repita até voltar a se sentir bem.

Andre' Astete e' psiquiatra

quinta-feira, 29 de dezembro de 2011

Dê as carícias que tiver vontade , elas não acabam.



AUTO-ESTIMA E CARÍCIAS


            Dentro do útero materno o ser humano é constantemente tocado pela água e pelas paredes do útero. Quando nasce, o toque é uma das necessidades básicas do ser humano.

            A privação do contato físico é prejudicial à saúde das pessoas e dos animais. Os psicólogos observaram que as crianças privadas de carinho tinham seu crescimento retardado e a saúde complicada podendo chegar à morte.

            Observaram através de experiências com macacos que os mesmos quando recém-nascidos procuravam aconchego em armações aveludadas semelhantes a macacos e que pessoas presas à solitária mais do que 24 hs. Começam a ter alucinações.

            Eric Berne fundamenta sua teoria sobre a necessidade de carícias onde é melhor um beijo do que um tapa, mas antes um tapa do que a indiferença.

            O ser humano possui necessidade de autonomia ( auto-realização) sexo ( quando satisfeita preenche todas as outras ) reconhecimento ( ser útil, reconhecido, importante) liderança e contato físico ( toque).



            Quando somos massageados na pele, fazendo cafuné, o estímulo vai direto ao cérebro porque o cérebro é constituído da mesma composição da pele e do intestino , portanto, CARÌCIAS é o alimento psíquico para o reconhecimento do ser humano, assim como o alimento material é para o nosso físico.



            Os indivíduos preferem até carícias negativas do que a indiferença e não sabem como buscar carícias positivas. As carícias podem ser positivas que nos fazem sentir bem e negativas que nos fazem sentir mal, agressivas, de lástima, de plástico, etc...



Carícias positivas produzem uma sensação de bem estar ajudam a ficar OK e aumentam a auto-estima.

“Ex:  abraço caloroso, um sorriso alegre, uma frase “estimuladora “ Estou torcendo pelo teu sucesso”, etc...

            O desenvolvimento humano se faz até aos sete anos numa forma de absorção, esponja, pois capta tudo, onde se passam os pré-conceitos. Dos 8-9 anos existe a modelação, verificando a revisão de conceitos: Não minta, mas a mãe mente, portanto, a mentira é válida.



            Quando a auto estima é lesada, faz-se uma compensação – para cima ou para baixo – inferioridade ou superioridade - . A auto-estima vê o outro igual a ela.

            As pessoas buscam na vida o tipo de carícias que receberam na infância. Se receberam carícias positivas a tendência será desenvolver a sensibilidade, o altruísmo e impedir as carícias negativas. Ao contrário, se foi maltratada, a tendência é desenvolver a sensibilidade para caricias negativas e impedir as carícias positivas. São as pessoas desconfiadas, duronas, que geram depressão ou agitação, doenças, mau humor, ciúmes, etc...



Existem cinco regras que originam bem estar e alimentam a auto-estima e o bem viver saudável e alegre:



                             ─ Dê as carícias que tiver vontade , elas não acabam

                             ─ Aceite as carícias que merecer

                             ─ Peça as carícias que precisar

                             ─ Dê a si mesmo carícias positivas

                             ─ Não aceite carícias destrutivas, negativas, de lástima, de plástico



            Comece a ver dentro de si mesma. O corpo dá sinais e você começa a ter novo sentido , a saúde fica mais presente. Você é o seu próprio templo. O Deus Vivo se apresenta. O equilíbrio vem e você sai da angústia, da fantasia. Por quê eu estou vivendo ? Isto é vida para mim? A crise é um sinal de quanto estamos embrutecidos e temos muita carga negativa a nossa volta. E cada vez mais esquecemo-nos de nós mesmos.

As pessoas deixaram de ter perspectivas e deixaram de lado a conquista do Ser Profundo

            Contam que Deus não queria que a Verdade fosse algo fútil e banal e pediu sugestões aos anjos onde colocar a Verdade para estimular os homens nessa busca. Um deles disse : “Coloque a Verdade no fundo do oceano, assim os homens terão que mergulhar muito profundo para atingi-la. Outro lhe disse : “Coloque nas estrelas e eles terão que subir para alcançá-la” Finalmente disse-lhe outro: “Coloque dentro deles , assim cada um estará em contato consigo mesmo ao procurá-la”.Se você precisa estar mais em contato consigo mesmo e não valoriza esta necessidade surgem as doenças psíquicas e físicas e a máxima : ‘AMAR O PRÓXIMO COMO A SI MESMO’com o mesmo desamor que tem por si próprio, acaba desamando o outro , esconde-se numa MÁSCARA e vive na SOLIDÃO.

            Quando eu estou mais centrado, descontaminado eu posso perceber o certo e o errado, o verdadeiro e o falso e isto se aprende na infância. Ninguém é melhor que ninguém, o pior é achar que o meu caminho é o melhor que das outras pessoas.



            Toda pessoa que se acha arrogante acaba criando um sentimento de inferioridade no outro e essa pessoa logo a ataca. As pessoas devem ficar junto às outras para mudaram sua energia, pois elas se sentem bem junto à pessoas que as querem , as aceitam e as reconhecem.

            Deus dá aquilo que você acredita ( sentir – coração) se realiza aquilo que você pensa., mas somos sabotadores internos de nós mesmos que atrapalham e diminuem a auto-estima como : a dúvida, o desânimo, o adiamento, a repetição e a distração.



            Outra fonte de baixa-estima são as CRENÇAS : um conjunto de normas e convicções aprendidas pelas crianças ,logo cedo, levando-as a uma decisão de vida.

CRENÇAS : normas, leis, preceitos, modelos aprendidos, paradigmas.



Exemplos : Sou burra, não sou merecedora, não sou inteligente, não sou capaz, não sou amada, etc...As crenças contaminam o Adulto e ele não consegue ver a realidade. Contamiona o Eu-Criança que é bloqueado, principalmente nas Emoções (medo-afeto-raiva-tristeza-alegria) transformando-as em disfarces : Ansiedade, Angustia, Ódio, Ira, Confusão, Distração, Depressão, ressentimento, Culpa, Ciúmes, Inveja, etc...A crença é repetitiva, desatualizada e vai definir o roteiro de vida de uma pessoa.

            As pessoas se debatem para justificar , argumentar a favor das suas crenças e não para contestá-las , mudar, substituí-las, eliminar ou atualizar .As vezes suas crenças são : Eu já faço a minha parte, O ser humano já nasce assim mesmo., Homem é assim mesmo, Mulher não pode, Como posso gostar de um homem que gosta de uma mulher igual a eu? As pessoas fazem de tudo para constatar que a sua crença está certa. Homem não presta! Eu não sou legal ! Ninguém gosta de mim.



“Era uma vez um comerciante que viu um jovem estrangeiro entrar em seu estabelecimento e perguntar como eram as pessoas daquela cidade e o senhor perguntou : Como são as pessoas da cidade aonde o Sr. Vem ? O jovem respondeu : As pessoas são sempre ranzinzas, bravas, chatas e neuróticas. Disse o comerciante : Aqui o jovem vai encontrar o mesmo tipo de pessoas que o Sr. deixou lá. No dia seguinte, entrou em seu estabelecimento um novo forasteiro que lhe fez a mesma pergunta e o comerciante perguntou : “Como são as pessoas de onde o Sr. vem? Ah, são amigas, sorridentes, bondosas e honestas. O comerciante respondeu: Aqui também o Sr. vai encontrar os mesmo tipos de pessoas que o Sr. lá deixou.” Aquilo em que se acredita é aquilo que se realizará.



A pessoa passa a filtrar suas carícias a partir de suas crenças básicas e do estímulo que aprendeu a valorizar , o que está gravado. Podemos através desta filtragem mudar o estilo de vida, vida com qualidade, mudar a alimentação, o uso do cigarro e outras drogas, comportamentos e atitudes .

            Se quisermos elevar a nossa auto-estima para gerar mais autoconfiança e auto-respeito, devemos crescer e saber o que fazer. Aprender novos comportamentos, sendo um ato de escolha. É preciso :

1. VIVER CONSCIENTEMENTE                                 VIVER INCONSCIENTEMENTE

▪ Pensar                                                                       ● Não Pensar

● Clareza                                                                      ● Obscuridade

● Respeito à Realidade                                               ●   Fuga da Realidade

● Independência                                                          ●   Dependência

● Viver no presente                                                      ● Fugir para a fantasia

●   Auto Confrontação                                                   ●   Auto Evitação

                                       Conhecer a si mesmo

2 . ACEITAÇÃO

Sejam quais forem as limitações eu as aceito . Aceitar não significa gostar, significa que são da pessoa , pertencem ao indivíduo e não se nega o fato. Não tente argumentar., não se combate a sensação de angústia, respira e aceita a sensação. “Se estou com medo, estou com medo, aceite o seu medo, enfrente. Se não concordar, aceite a sua resistência e rejeição ao medo para trabalhar com ele. Não posso superar um medo cuja realidade eu nego. Não posso resolver um problema sexual cuja existência não admito. Não posso curar uma dor que recuso a achar que é minha. Não consigo me perdoar por um ato que não reconheço ter cometido.

3. LIBERTAR-SE DA CULPA

Se pudermos nos entender e nos perdoar nosso comportamento tenderá a melhorar, mas se continuar na auto condenação, o comportamento tenderá a piorar., a auto-estima.

Quando alguém diz ;” Sinto –me culpado a respeito disso ou aquilo, na verdade ele quer dizer :”Tenho medo que mamãe e papai descubram o que eu fiz, serei criticado, etc.,,”A palavra correta é “Eu tenho responsabilidade sobre este fato”, assim ficará mais fácil, refazer o ato e evitar punição.

            As pessoas não se devem sentir culpadas mais sim respeitar o seu próprio julgamento acima das crenças dos outros, das quais muitas vezes não compartilhamos e apenas fingimos aceitar tais repreendas.

            Um dos ponto fundamentais para o perdão é entender porque eu ou alguém praticou o ato e depois assumir o compromisso da “mudança de atitudes”.

“Perdoe no pensamento que ele chega ao coração”.

4. O EU-CRIANÇA E A INTEGRAÇÃO EU-ADOLESCENTE

            Nossa concepção de ser não se forma em um instante, tem toda uma história, uma vivência que se desenvolve com o tempo. Para avaliar a auto-estima é preciso voltar ao passado abraçar e perdoar a nós mesmos e nos unir ao nosso EU-CRIANÇA e ao EU-ADOLESCENTE.

            A criança que fomos pode ter sido vivenciada como uma fonte de dor, raiva, medo, repressão e podemos como adultos ser rejeitados em vários aspectos, descobrindo que nossas raízes são internas e não externas.O perdedor é um especialista em problemas .Cultiva, rega e colhe problemas , não acredita em si mesmo e tenta manipular os outros devido à sua baixa estima.
Entretanto, o vencedor é a pessoa que consegue atingir seus objetivos, vencendo suas próprias fraquezas e inseguranças e não gasta seu tempo com crises existenciais inúteis, tem o coração aberto , segue sua intuição , sabe agradecer tanto aos seus beneficiários quanto aos seus agressores, pois compreende que os obstáculos são grandes professores, aumentando a sua auto-estima.


 Maria Célia Simioni

O crescimento espiritual não deve ser objeto de lucro, nem tampouco contribuir para a inflação do ego fictício que se nutre dos delírios de grandeza...


FINALIDADE DAS DISFUNÇÕES ARQUETÍPICAS
Comunicado de Hermes Trimegisto - Canalizado por Ramaathis-Mam
 
Que a consciência e a sensibilidade espiritual estejam presentes e vibrando na freqüência mais elevada da harmonia, da cooperação e do amor universal.
Como podeis observar, o título do comunicado está relacionado com aquelas facetas de vossa existência e evolução espiritual que são núcleos de crise, convulsão e transformação. Muitas vezes questionais porquê determinados conflitos e experiências discordantes ocorrem, e que as vezes se repetem em vossa vida e não podeis compreender. Evidentemente, as disfunções arquetípicas são processos terapêuticos que o universo e a Divindade usam como suporte evolutivo que contribui na ativação de vossa sensibilidade, perspectiva e paradigmas espirituais. A visão e a abordagem que tendes dos estados sombrios ou facetas disfuncionais evolutivas de vossa vida não são adequadas, e sempre estão impregnadas por uma carga de vitimismo, negatividade e ressentimento, o qual evidencia uma carência em assumir  responsabilidade e maturidade por vossa parte. Tudo no universo e na dinâmica da evolução obedece a um propósito, que é a matriz do crescimento e conexão espiritual com o plano divino e com vosso Ser Luminoso. Cada um de vós se baseia em algum tipo de ideologia, valores, paradigmas e conceitos espirituais, que às vezes são equivocados e outras vezes parcialmente funcionais e reais.
O conceito básico para compreender a finalidade da evolução cósmica e de vossa trajetória espiritual é compreender e aceitar que, como seres de luz imortal, assim deveis agir, e isto implica uma visão, conduta, conceitos, valores e hábitos espirituais que muitos desconheceis ou não considerais relevante. Se vossa identidade espiritual é vossa natureza co-substancial por serdes emanações do poder Criativo de Deus, porquê motivo não se torna clara esta compreensão e visão espiritual? A resposta é que dispondes da prerrogativa e ética divinas do livre-arbítrio que vos permite escolher agir livremente e experimentar uma infinidade de dinâmicas evolutivas. Infelizmente, quando o livre-arbítrio não se baseia na sabedoria e no discernimento espiritual, se corre o risco de criar dinâmicas existenciais patológicas e disfuncionais que geram uma ampla gama de disfunções psico-emocionais, fisiológicas e energéticas. Vossos corpos inferiores são catalisadores de vossos processos evolutivos, e sua harmonia ou disfuncionalidade dependem do conhecimento e da sabedoria espiritual que tendes e dos paradigmas evolutivos que utilizais.
Mediante a introspecção objetiva e imparcial podeis descobrir e compreender porquê determinadas atitudes, comportamentos, conceitos e hábitos disfuncionais dirigem vossa vida e geram cenários evolutivos conflitantes. Vossa interação convosco mesmos, com o meio ambiente e com os demais é um reflexo de vossa sensibilidade e consciência espiritual, que habitualmente está obscurecida pela percepção distorcida da realidade. Nos assombra ver a capacidade que tendes de vos auto-enganar e fomentar valores e condutas disfuncionais e destrutivas ao pensar que sereis mais felizes ao ter mais acesso aos prazeres sensuais, que habitualmente vos aprisionam e aniquilam vossa consciência e sensibilidade espiritual. Obviamente, todos desejamos a felicidade, prosperidade, harmonia e formar parte de uma corrente de colaboração fraternal e amorosa que nos aporta um sentimento de coesão universal. Infelizmente, o sistema social no qual viveis se baseia em parâmetros evolutivos e existenciais errôneos, e cuja repercussão é nefasta e destrutiva para o planeta e para a humanidade. Vossa civilização está gangrenada por diversos conceitos e valores que contribuem para a destruição da sensibilidade espiritual e dos valores éticos e morais que um ser humano equilibrado deve ter. O lema no qual se baseia vossa estrutura social é a exploração dos congêneres, do meio ambiente e seus recursos para conseguir maior nível de prazer e felicidade imediata, inconscientes das graves repercussões que esta atitude gera no planeta e na consciência evolutiva do ser humano. Esta visao e paradigma sempre têm estado presentes em vosso planeta, mas na atualidade se sofisticou através do desenvolvimento tecnológico-científico que permite destruir-vos mais rápido e sofisticadamente, ao ecossistema e a vida em si mesma. Todavia não sois plenamente conscientes da gravidade da situação e do risco de destruição e extinção do ecossistema e de vossa civilização. Por conseguinte, cada vez mais, ireis experimentar maior caos, conflito e sofrimento, como os mecanismos de captação de vossa atenção e ativação da sensibilidade e entendimento espiritual, dos quais carece vossa civilização.
Inclusive dentro do âmbito dos espiritualistas nos resulta assombroso e paradoxal observar como sois capazes de distorcer a realidade e criar uma infinidade de metodologias, terapias, conceitos que são placebos e muitos deles obstruem vossa sensibilidade e a conexão com Deus. As correntes espirituais são de uma ampla gama e estão em moda no mercado da espiritualidade, chamando a atenção dos incautos e desonestos que pensam que a evolução e a transformação espiritual pode ser comprada, alugada ou integrada mediante terapias e cursos que, ainda atrativos, são um placebo espiritual. Estais submersos num aluvião de correntes espirituais, ideologias e metodologias que, em lugar de conectar-vos com Deus e vosso Ser Luminoso, os está desviando da realidade espiritual que é compreender e agir como unidades de serviço divino criadas para ajudar e colaborar incondicionalmente com o universo e a Divindade. Esta é a trágica situação e análise atual de vosso planeta e civilização. O objetivo disto não é desanimar-vos, mas sim para que vos questioneis o que é que realmente desejais e quais são vossos objetivos. Muitas vezes disfarcais vossos egocentrismos e atitudes disfuncionais com conceitos e objetivos espirituais, quando na realidade estais fomentando a inconsciência e lesando vossa sensibilidade e conexão espiritual.
Chegou o momento, porque assim exige o ciclo e a dinâmica evolutiva, para que sejais sinceros, e isto implica abordar com integridade e coragem as dinâmicas arquetípicas disfuncionais que haveis criado no decurso de vossa evolução. A influência do meio ambiente, o impacto energético-vibratório cósmico, a interação com o sistema e com os congêneres são fatores a considerar, e de vós depende utilizar o discernimento e o poder de escolha para não experimentar a confusão, frustração e sofrimento por não serdes íntegros e por cooperardes com um sistema e seus valores decadentes e retrógrados. Estamos na fase da revolução espiritual, e isto implica alinhar-se com os novos paradigmas espirituais com a plena consciência e convicção que vos permitirá permanecer imunes e conectar com a nova corrente evolutiva do terceiro milênio.
Qual é a finalidade das disfunções arquetípicas? Que sejais sinceros e decidais se seguireis com a representação e encenação do egocentrismo em suas múltiplas manifestações e máscaras ou, ao contrário, ireis ativar a conexão com vosso Ser Luminoso e com o Criador Cósmico. A seqüência da indulgência, condescendência e paternalismo evolutivo terminou, e deveis exibir vossa maturidade quando enfrentais com integridade e intrepidez as disfunções arquetípicas que vos aprisionam aos estados existenciais e às condutas arcaicas e retrógradas. Dispondes das ferramentas, orientação e paradigmas evolutivos aquarianos para que emirja o Ser Cósmico que todos sois, como parte de vossa genética cósmico-evolutiva e que podeis ativar quando estejais dispostos a submergi-vos por completo e incondicionalmente na dinâmica da metamorfose evolutiva, que implica abordar e integrar as disfunções arquetípicas que dirigem e governam vossa vida. Estas disfunções arquetípicas são os catalisadores que vos permitirão ativar vossa conexão com vosso Ser Luminoso e com a corrente de expressão evolutiva aquariana. Os requisitos para alinhar-se com a nova seqüência energético-vibratória são a integridade, o compromisso, assumir responsabilidade e o serviço incondicional.
Como podeis observar, vos estamos facilitando informação, metodologia e orientação para que possais desintegrar a carapaça retrógrada que vos impede de sentir, saber e ser a luz, a harmonia e o amor que há em vosso interior e que a Divindade vos outorgou para que reconheçais vossa linhagem divina e imortal. A finalidade das disfunções arquetípicas é ajudar-vos a substituir o primitivismo conceitual pela metamorfose espiritual; o egocentrismo existencial pela generosidade e interação fraternal; a inconsciência retrógrada pela sensibilidade espiritual; a agressividade e cobiça emocional pela bondade e compaixão; a exploração e manipulação do meio ambiente e congêneres pelo respeito e alinhamento com a vida e a evolução. Sois seres de luz, mas vossa conduta atávica, perspectiva e tendências disfuncionais intervêm até o ponto de gerar dinâmicas auto-destrutivas, coletivas e planetárias, conseqüência da carência de sensibilidade e conexão espiritual com vosso Ser Luminoso e com a Divindade.
O crescimento espiritual não deve ser objeto de lucro, nem tampouco contribuir para a inflação do ego fictício que se nutre dos delírios de grandeza, poder e controle, que são vírus perniciosos e que acabam destruindo vossa sensibilidade e perspectiva espiritual. A finalidade da evolução cósmica não somente se fundamenta no bem estar pessoal, interpessoal e meio ambiental, mas também na conexão com Deus mediante a colaboração e o serviço incondicional, porque essa é nossa natureza intrínseca. Quando negamos isto e escolhemos separar-nos desta compreensão existencial, dos paradigmas espirituais e da corrente de evolução cósmica, nos expomos a experimentar as conseqüências letais da dualidade e a visão distorcida da realidade, que geram pânico, frustração e sofrimento.
Os arquétipos disfuncionais são o suporte e tecnologia evolutiva que o universo e a Divindade vos tem facilitado para que, se o desejais, descubrais a realidade espiritual que subjace nesses estados sombrios e para que utilizeis o discernimento e a sensibilidade espiritual para alinhar-vos com a corrente de evolução energética-vibratória aquariana que está se intensificando e captando vossa atenção. 

http://www.atlantisangelis.org/

 Tradução: Caren D. Frizzo

O objetivo desta informação não é vos alarmar e tampouco gerar pânico...



COMUNICADO DE METATRON
CONSCIÊNCIA E CONEXÃO DIVINA
Canalizado por Ramaathis-Mam

Das esferas de luz cósmica estendo a luz da chama divina para que ela se ative em vossos corações e se expanda em vosso planeta.
Amados trabalhadores da luz, do momento cósmico em que vibro transmito-vos os parâmetros da consciência e da conexão divina que são ferramentas de luz muito poderosas. O objetivo desta transmissão interdimensional é chamar vossa atenção e facilitar-vos com o poder de ativá-los que todos tendes latente em vosso interior. A situação energética e vibratória de vosso planeta está muito deteriorada pelas enormes quantidades de energias aberrantes que estão se acumulando na psicosfera da Terra. A conspiração das forças retrógradas está presente em todos os âmbitos de vossa sociedade. Sua influência e poder estão infiltrados especificamente nos meios de comunicação, científico, político, econômico, social e cultural. Estes setores são a infra-estrutura vital e fundamental de vossa sociedade, e há muito tempo que as forças retrógradas vem tecendo uma rede oculta de controle, exploração e domínio na Terra.
Tudo que está ocorrendo em vosso planeta é a conseqüência da atividade desenfreada destas forças para estabelecer sua hegemonia e controle no planeta Terra. Ainda que pareça ficção, a situação social e ambiental de vosso planeta é alarmante, devido às lutas de poder que existem entre os grupos mais poderosos que dirigem o destino da humanidade. Pactos secretos com forças extraterrestres retrógradas, em troca de tecnologias cuja finalidade é destrutiva e perniciosa para a humanidade, estão sob o controle do Governo Secreto. As mentes cientificas mais privilegiadas de vosso planeta são seus escravos, e suas mentes monstruosas estão tecendo diversas estratégias para escravizar a humanidade e anular por completo vossa sensibilidade e consciência espiritual. São os filhos da escuridão que, a partir da clandestinidade, estão gerando um caos no ecossistema e meio social para destruir os valores e sensibilidade espiritual do ser humano.
O objetivo desta informação não é vos alarmar e tampouco gerar pânico, mas sim vos informar para que não sejais ingênuos nem opteis pela passividade, pensando que isso não vos afeta. A conspiração das forças da escuridão é uma realidade que cada dia está presente em vossa vidacada vez que vos deixais hipnotizar pelos meios de informação e colaborais quando vos  sintonizais com eles. A manipulação subliminar é um dispositivo que eles usam perfeitamente e de forma sistemática para lesar vosso corpo emocional, psicológico e energético, quando são expostos as suas informações. O medo é o elemento primordial e mais poderoso que usam para interferir nas massas, porque conhecem vossa fragilidade mental e emocional e se aproveitam dela para vos controlar e manipular. Sabem que a incerteza, a ansiedade e a confusão são ferramentas que usam para drenar vossa energia e gerar discórdia e separação no ser humano.
Chegou o momento para que recupereis vosso poder e sejais conscientes dele para que possais anular a influência das forças retrógradas e sejais imunes a suas estratégias destrutivas. Isto, amados irmãos do cosmos implica um ato de subversão espiritual no qual as forças retrógradas não hesitam em gerar uma corrente de atitudes agressivas. Ao contrário, a tática para anular a influência do poder da escuridão se baseia em ativar a consciência e a conexão com o Plano Divino.
As cidades em que viveis são focos e estruturas desenhadas por eles para controlar-vos melhor. São as granjas modernas e sofisticadas de exploração humana que eles projetaram e onde têm concentrado suas energias e estratégias. Desta forma sois fáceis de manipular e controlar com um sistema social perfeitamente projetado para que sirvais a seus objetivos de enriquecimento econômico, delírios de poder e controle exacerbado. O Governo Secreto usa vossa energia, dinheiro, conhecimentos, fragilidade mental e emocional como fontes de retro-alimentacao. As forças da escuridão não descansam e o cenário que têm criado de crise financeira não é mais que a ponta do iceberg e uma estratégia para desviar vossa atenção e fomentar a incerteza e o caos social. A situação é tão complexa que pode desencadear um apocalipse planetário, o qual eles estão dispostos para lograrem seus objetivos nefastos e destrutivos.
A integridade espiritual, a dignidade humana e a sobrevivência de vossa civilização e biodiversidade planetária estão em grande perigo. Por isso, a Hierarquia Espiritual da galáxia está considerando realizar uma intervenção para estabelecer a ordem e aplicar um severo corretivo aos responsáveis pela situação. Não vamos permitir que o processo de ascensão espiritual e nascimento da Nova Terra entre em colapso. Isto é algo que temos muito claro e desejamos que sejais conscientes disso. Vós, os trabalhadores espirituais, são a esperança e ferramenta chave para interceptar e desintegrar, com nossa colaboração, a espiral de negatividade que impera na Terra. Isto implica assumir responsabilidade em grau máximo por cada um de vós, sem receio e com plena convicção do que estamos comunicando. O poder de um só indivíduo que tenha consciência e  esteja conectado com o Plano Divino e a corrente de luz interior é inestimável porque exerce uma influência quântica no meio ambiente e nos demais.
Por conseguinte, vos incentivamos para que vos comprometais a colaborar com o plano de Diluição e Regeneração de Luz no Planeta Terra. As ferramentas mais poderosas que estão a vossa disposição são ser conscientes do poder da luz que há em vosso interior e sintonizar-vos com o Plano Divino. Isto implica uma atitude de plena convicção e confiança de que o Criador Infinito e a Hierarquia Espiritual são os que supervisionam a vida e a evolução, e seu poder é incompreensível para vós. Mesmo que a situação evolutiva seja alarmante e complexa, tudo forma parte do mesmo plano, que é ativar e impulsionar a ascensão evolutiva de vossa civilização e planeta. Não existem forças, meios ou estratégias que possam deter o programa criado e supervisionado pelas esferas de luz cósmica. É importante que tenhais isto claro e que sejais conscientes que a conexão e a consciência são dispositivos que necessitais ativar. Sois seres de luz imortal, dotados com a sensibilidade e consciência para compreender vossa origem divina e o poder que obtendes quando vos conectais com o Plano Divino e a luz de vosso Ser Luminoso.
Não existe nenhum ser, objeto, ou tecnologia no universo que possa interferir ou prejudicar vossa Essência Divina. Portanto é chegada a hora de que vos reafirmeis e compreendais que deveis recuperar vosso poder e dignidade como seres de luz imortal encarnados em corpos físicos. Sois a criação e projeto evolutivo do Pai Cósmico e não permitiremos que as forças retrógradas vos destruam.
Para desconertar-vos da influência psíquica e emocional das estruturas retrógradas de controle e manipulação, deveis desvincular-vos dos meios oficiais de informação, que são a ferramenta mais poderosa que têm para controlar-vos e desestabilizar-vos psicológica e emocionalmente.
Simultaneamente, deveis conectar-vos com fontes alternativas de informação que há na internet e que são canais de informação real que nos estamos transmitindo através de certos indivíduos. O discernimento é importante, porque a chave e estratégia retrógrada é fomentar negatividade, separação, coação psicológica e emocional através de informações errôneas que ocultam ou mascaram a realidade. A forma mais efetiva para debilitar o poder das forcas retrógradas, cujos representantes são vossos governos e suas políticas financeiras, culturais, sociais e educativas, é mantê-los à margem. Aprender a cultivar um estilo de vida simples e sem consumismos, que são estratégias retrógradas para mantê-los anestesiados com seus produtos prejudiciais para vossas mentes, corpos e emoções.
É hora para que comecem a criar uma rede de luz planetária na qual predomine a empatia, o respeito, a interação solidária e fraternal, onde o importante é ser honesto e vibrar nos paradigmas de ascensão espiritual. Os conflitos egocêntricos devem terminar, porque o interesse deve ser o bem-estar coletivo e o serviço desinteressado e fraternal aos demais. O estilo de vida e conduta deve ser coerente com os princípios de ascensão espiritual, para que a máscara do ego se dilua e a hipocrisia espiritual se transforme em um ato de sinceridade e integridade evolutiva. Quando sois conscientes de vossa identidade espiritual e agis a partir do respeito à vida, com amor e serviço aos demais, estais vibrando em coesão e sinergia com o universo e com Deus. Não há espaço para os interesses pessoais, com exceção da diluição dos estados e padrões disfuncionais que não fomentam integridade, humildade e serviço desinteressado aos demais. A hora dos egocentrismos terminou se realmente desejais honrar vossa linhagem divina e serdes admitidos no jogo da evolução cósmica como seres de luz que estão conseguindo transmutar seus instintos arcaicos e condutas agressivas. A consciência e a conexão com o Plano Divino são uma faculdade e direito que vos foi outorgado pelo Pai Cósmico para que os ativeis. O vitimismo, a inconsciência e a irresponsabilidade devem ser desterrados para que a luz, a harmonia e a coesão fraternal se difundam pelo planeta. Sois os que escolheis e ativais aquilo que desejais experimentar e serdes a cada instante, dependendo de quais sejam vossos objetivos e desejos. Sois luz dinâmica e criativa, e quando invocais essa faceta e vos conectais com o Plano Divino, recebeis a Graça e o poder para transmutar a negatividade e expandir a luz e o amor desinteressado por todas partes. Por conseguinte, os incentivamos para que sejais conscientes do poder da sensibilidade espiritual que há em vosso interior e vos conecteis com a corrente de luz que emana do plano mais elevado do universo, que é Deus.
Estamos muito próximos de vós e nosso desejo e objetivo é que descubrais quem sois e porque estais na Terra, o cenário evolutivo que vos permitirá recuperar vosso status divino e imortalidade. A luz e o poder divino estão a vossa disposição, somente tendes de invocá-lo, ativá-lo e usá-lo gerando pensamentos construtivos, emitindo mensagens harmônicas, amando e conectando-se com o Criador, a fonte de inspiração, vida e transformação interior. Os Anjos e o Reino de Deus estão em vosso interior, somente tendes que entrar em vosso coração e ali descobrireis a luz e o amor que tem sido depositados para que sejais sementes de luz imortal vibrando em consciência, sintonia e sinergia com a vida e a evolução.

http://www.atlantisangelis.org/

Tradução: Caren D. Frizzo -contact@atlantisangelis.org

Quando a dor entra em nossa vida, há mecanismos competitivos dentro de nós que...


QUEM SOU EU, SE DEIXAR IR A MINHA DOR?
Mensagem de Mashubi Rochell

Nós somos muito mais do que sabemos. A eterna chispa divina do amor, da luz e da esperança vive dentro de nós. Isto é verdadeiro para todas as almas e para todos nós que estamos encarnados aqui na Terra, e, entretanto, muito freqüentemente, a nossa vida diária parece muito distante disto.
 Há alguns eventos difíceis e traumáticos que nos moldam profundamente à verdadeira essência de nosso ser. Alguns são eventos pessoais ou familiares e alguns são eventos globais maiores que nos afetam intensamente.
 Quando a dor entra em nossa vida, há mecanismos competitivos dentro de nós que nos ajudam a superar os momentos de dificuldades. Se o trauma for muito profundo, ou continuar por muito tempo, nossos mecanismos competitivos podem se solidificar e formar uma camada protetora ao nosso redor. Estes se tornam eventualmente assimilados à nossa identidade, de modo que não sintamos mais a dor dos eventos traumáticos. Nossos mecanismos competitivos nos ajudam a avançar na vida, apesar das circunstâncias difíceis.
 Estes meios de competir com a dor são pretendidos para nos apoiar nos momentos de dificuldades. Eles não têm a intenção de se tornarem solidificados de uma forma total na vida, entretanto, na ausência do amor e da luz que são necessários para favorecer a cura, podemos ficar entrincheirados nas velhas defesas. É possível passar pela vida com um tipo de proteção emocional e energética, que nos protege e nos permite funcionar, mas que não permite um nível maior de intimidade ou de conexão emocional com outros.
 Neste tipo de situação, os padrões emocionais, físicos e energéticos de auto-proteção podem se tornar tanto uma parte de nós que não conhecemos mais outras opções. Como um peixe que não compreende que ele está na água, porque ele não conhece outras opções, nós permanecemos no único meio que conhecemos, sem compreendermos que há outra possibilidade.
 Sob estas circunstâncias, a nossa identidade e a percepção de quem nós somos, se configuram ao redor de nossos padrões defensivos. Sem compreendê-los, nos tornamos nossos mecanismos competitivos. Isto pode continuar por um período de tempo mais breve ou mais longo, até o momento em que o nosso ser interior se sinta suficientemente seguro para começar a explorar outras possibilidades.
 Quando o momento chega, quando a vida nos mostra que não precisamos continuar nestes velhos padrões, é possível que nos percebamos temerosos de deixar ir as nossas defesas. De alguns modos, a nossa defesa emocional era familiar, e proporcionava uma sensação de segurança. Pensar em deixar ir isto pode provocar sentimentos de pânico, ou até de terror, ainda que outra parte nossa queira avançar e nos libertarmos.
 Uma das razões por que isto pode ser tão difícil, é porque as nossas defesas se tornaram, por algum tempo, uma parte da identidade. Quando começamos a deixar ir estas, subitamente pode parecer como se o nosso verdadeiro eu estivesse na direção. A questão se torna: "Quem eu sou se deixar ir a minha dor? Como diante do despenhadeiro, olhando abaixo para o abismo, pode parecer como se nada e ninguém houvesse, para nos agarrar se ousássemos deixar o nosso apoio.
 Na realidade, há um ritmo e um fluxo natural nas nossas vidas interiores, assim quando alcançamos o ponto de estarmos dispostos a acessarmos novas possibilidades, novos apoios se tornam disponíveis, de modo que não estejamos sozinhos ao nos defrontarmos com os nossos medos. Poderia ser uma nova amizade ou relacionamento, uma sensação interior de maior confiança, ou outros tipos de apoios que se revelam e nos ajudam a termos a coragem de nos abrirmos para o novo e deixarmos ir as nossas defesas passadas.
 Deste modo, nós somos ajudados a avançar em nossa jornada na vida, e chegarmos gradualmente a conhecermos mais de quem nós somos como seres divinos e eternos de amor. Quando temos a coragem e a fé de liberarmos o nosso apego aos velhos modos de nos percebermos, um novo mundo abre diante de nós e revela escolhas das quais teríamos anteriormente somente sonhado. Ao liberarmos o nosso apego à dor, e aos nossos modos de nos protegermos contra a dor, nós nascemos sob nova forma em um novo reino de amor e de possibilidades.
 Mensagem de Mashubi Rochell

http://www.worldblessings.net/

Mashubi Rochell é conselheira espiritual e a fundadora do World Blessings
Tradução: Regina Drumond – reginamadrumond@yahoo.com.br
 
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...