MENSAGEM DIÁRIA DE MARIA, ROSA DA PAZ,
TRANSMITIDA AO VIDENTE FREI ELÍAS DEL SAGRADO CORAZÓN

Um chamado urgente à oração pela Paz

Meus muito queridos filhos do mundo, servos prediletos de Meu Coração,

Hoje, em nome do Bem Maior e da Misericórdia de Deus, venho pedir-lhes novamente que rezem um mistério do Santo Rosário todos os dias durante os próximos seis meses para que a propagação infernal de uma cruel guerra entre as nações do Oriente Médio seja evitada. Se este chamado não for respondido como parte da súplica de sua Mãe Celeste, vocês verão com seus próprios olhos muito sangue correr, desespero entre os povos e mais atentados que afetarão mais almas inocentes.

Quisera, filhos Meus, que esta convocação à oração fosse expandida pelos cinco continentes e em todos os idiomas possíveis, porque sei que ainda há almas que esperam escutar Minhas palavras e reconhecer nelas Minha voz.

Filhos Meus, o tirano mobiliza seus mais de quatro mil exércitos de anjos caídos para dominar a consciência frustrada e inocente de Meus filhos do Oriente Médio.

Peço aos que puderem que ofereçam, nos próximos seis meses, o mistério do rosário em árabe e hebraico, para que assim os poderes da oração abracem mais corações e mais planos de consciência.

Digo-lhes, Meus pequenos filhos, que a humanidade, que já está perdida, ostenta uma conquista do planeta que não é real e que é impulsionada pelos demônios.

Como Meu adversário sabe que Eu estou caminhando pela Europa para evitar que a guerra de todos contra todos se expanda por essa parte do hemisfério, ele utiliza todos os seus armamentos explosivos e todas as almas que estão comprometidas com essa realidade e que ficam condenadas ao inferno terrestre, do qual não conseguem sair.

Queridos filhos, já chegou o momento de correrem com sua Mãe para o deserto interior, onde, com a oração, nos refugiaremos de todo o mal e estaremos a salvo.

Nesta hora em que a batalha definirá o momento do retorno de Cristo, Eu os convido a ter um coração perseverante, humilde e sincero. Se vocês, filhos Meus, se amam uns aos outros, iremos desarmando o plano de Meu adversário de dissipar a fé e o amor verdadeiro entre as consciências. Eu os desperto nesta hora a uma verdade que muitos querem ocultar.

Oremos com a firmeza do coração e confiantes de que todos os anjos do Céu vão ajudá-los nessa batalha final, em que a Mulher Vestida de Sol vencerá Seu eterno inimigo através do potentíssimo caudal do amor.

Difundam Meu chamado e façam o mundo saber que todo o Universo está atento ao que nele acontece.

Que os corações recuperem sua inocência e sua pureza para que, assim, triunfe Meu Imaculado Coração.

Agradeço-lhes por Me acompanharem nesta missão de redenção!

Ama-os e os compreende,

Sua Mãe, Maria, Rosa da Paz

Trigueirinho

Total de visualizações de página

terça-feira, 21 de fevereiro de 2012

Em nome de Deus quantas vidas ceifadas...



Em nome de Deus quantas vidas ceifadas...
13 de Fevereiro de 2012

Irmãos,

As Abadias Beneditinas ocultaram experiências, cuja divulgação resvalaria na aparência de pureza e superioridade espiritual da Igreja Católica Apostólica Romana.
Tristes dias vivemos, entre os muros protetores dos conventos e as fachadas de decência, criadas pela fé tola, dos crentes ingênuos.
Somente aqueles que vivenciaram, como eu vivenciei, os horrores do assédio e da dominação da inferioridade humana, sabem o que de fato se passou por dentro dos conventos.
Em nome de Deus, quantas vidas ceifadas, quantos sonhos desfeitos, quanta inocência desmanchada. Em nome da fé, quanto silêncio soterrou os gritos das vítimas entregues à vilania mais violenta.
Padres, freiras, bispos, cardeais, todos formando uma negra teia de conivência e concordância com os desequilíbrio vigentes nos recintos santos em função das vultosas quantias e vantajosos negócios, que fizeram os homens de Deus revelarem-se prepostos do demônio.
As tramas pérfidas do poder temporal cegaram os homens e as mulheres destinados a queimar suas dívidas, como condutores espirituais.
Comprometeram o plantio da paz com suas mãos sujas pela lama imunda e pelo sangue derramado. Semearam sementes de revolta, ódio e desespero. Plantaram traições, enganações e subterfúgios que garantissem sua perpetuação no regalo das vantagens recebidas na matéria.
Homens e mulheres de Deus entregaram-se à semeadura das trevas e hoje colhem os frutos amargos de seu livre arbítrio.
As mesmas jovens que outrora eram entregues por seus familiares nos conventos, sujeitas à dominação daqueles que deveriam ser seus preceptores, reencarnaram hoje nos locais, onde graça a miséria e submetem suas filhas – algozes do passado – ao cárcere, por força da violência dominadora.
Mística e erótica encontram-se na queima do carma, que a despeito de toda a ciência já produzida na Terra, e de toda cultura e conhecimento humanos, não pode ser evitado, pois uma lei de Deus é Superior a todas as coisas e cumpre-se invariavelmente e independente de nossa vontade.
A compaixão que nasce nos corações daqueles que se apiedam das dolorosas situações é indício da renovação que se processa, mas diante do mundo em que viveis, compadecer-se ainda é pouco.
Diante dos muitos comprometimentos a que vos atrelastes, deveríeis dedicar maior tempo e esforço nas transformações que permitem instaurarem-se em processos que não perpetuam as dores, pois se a lei cármica é imperativa, não havendo injustiça de Deus, não há determinismo divino que condene as criaturas ao sofrimento.
Vosso mundo sendo alicerçado na frugalidade dos valores supérfluos, compõe o caldo cultural perverso e cruel que permite o crescimento das ervas daninhas e dos espinheiros que sufocam as boas sementes lançadas no solo dos corações humanos.
Irmãos mudai vossa maneira de agir e vossa sociedade se tornará outra.
Mudai a maneira de pensar e vosso agir transformar-se-á.
Cultivai o amor de Deus, o perdão de Jesus e a paz deixada por Sua Presença e não mais havereis de contabilizar em vossa história futura, os inúmeros e tristes casos de abuso, desvio, violência, dominação e subjugação entre os homens.
Ainda hoje perduram em muitas organizações religiosas a mesma e nefanda fórmula, aquela que dita em nome de Deus os mais execráveis atos de depravação ao próximo.
São semeadores do presente a cultivar o largo canteiro de seus sofrimentos futuros. Derrubem-se os muros da ignorância, caiam por terra as fachadas da hipocrisia, abram-se os largos portões dos cárceres disfarçados para que os prisioneiros se libertem e recomecem sua larga jornada de regresso às lidas da compreensão e do perdão.
Entregaram-se a Deus e encontraram os demônios da luxúria, da ganancia e da ambição. Que cessem seus tormentos.

Camilo Castelo Branco
GESH  – Vitória, ES
Postar um comentário
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...